icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/11/2014
11:30

Nesta segunda-feira, o Ultimate fez um grande evento para divulgar o calendário de 2015 e contou com a presença dos principais lutadores da franquia. Um deles era Jon Jones, que dia 3 de janeiro encara Daniel Cormier, no UFC 182, em uma das lutas mais esperadas dos últimos tempos, que vale o cinturão dos meio-pesados do Ultimate. 

Com sete defesas de cinturão, "Bones" está perto de igualar ídolos do esporte como Anderson Silva, que manteve seu título dos médios do UFC por dez vezes e Georges Saint-Pierre, que defendeu o cinturão dos meio-médios por nove ocasiões. Com orgulho, o americano comentou sua maior motivação na atualidade.

- Spider e GSP são minhas maiores motivações, uns dos maiores de todos os tempos. Estar na companhia deles em números e recordes é demais. Apenas penso em alcançar os recordes deles, essa é a minha maior motivação. Se eu conseguir fazer isso também, será demais. Essa é a minha motivação - disse o recordista de defesas de título dos meio-pesados.

O campeão dos meio-pesados comentou que sua empolgação para o combate está alta e que seu desejo é passar por Cormier e pegar o melhor ranqueado na divisão. Questionado sobre a recuperação da cirurgia no joelho, o americano garantiu que está próximo de voltar a treinar 100%.

- Meu joelho está bom, ainda faço recuperação. Estou com meus movimentos de volta e isso não afeta minha habilidade da luta. Diria que estou 95%. Não é o mesmo, mas não afeta no meu desempenho. Espero bater Cormier e enfrentar o melhor cara da divisão - afirmou.

O próximo adversário de Jones tem tudo para sair do confronto entre Alexander Gustafsson e Anthony Johnson, programado para dia 24 de janeiro, na Suécia. O campeão não se esquivou de opinar sobre a luta e mostrou empolgação.

Veja a encarada de Jones e Cormier aos 1m26seg

- Absolutamente (fico feliz em ver Gustafsson x Johnson). Pra mim, como fã e campeão, é ótimo ver dois tops se enfrentando. Quero ter a certeza de que enfrentarei os melhores sempre. É algo fenomenal. Não sei quem vence, mas estou animado - completou.