icons.title signature.placeholder Renato Rodrigues
27/03/2014
22:53

Foi difícil segurar a imposição física do Bragantino, mas na base da vontade o Palmeiras está nas semifinais do Paulistão-2014. Em uma partida muito brigada, na noite desta quinta-feira, no Pacaembu, o Verdão contou com o agora artilheiro do estadual Alan Kardec e Wesley para vencer por 2 a 0 e espantar a zebra de Bragança. E o Palestra segue vivo em busca do título...

Apesar de alguns sustos, principalmente nas bolas paradas do adversário, que tem uma estatura bem alta e bom aproveitamento em cruzamentos, o time de Gilson Kleina segurou a bronca na hora da decisão e agora enfrenta o Ituano, também em partida única, no domingo, às 18h30, mais uma vez no Pacaembu.

O jogo

Os grandalhões do Massa Bruta não amoleceram nas divididas desde o primeiro minuto. Em uma etapa inicial muito mais brigada do que jogada, o Verdão criou poucas oportunidades. A bola ficou muito concentrada no meio de campo e o perde e ganha da posse de bola era constante.

Mas foi aí que a estrela de Alan Kardec brilhou. O camisa 14, que agora divide a artilharia do Paulistão-2014 com os eliminados Luis Fabiano (São Paulo) e Léo Costa (Rio Claro), com nove gols, resolveu. Em um escanteio até mal cobrado por Wesley, Alexandre furou feio, e o centroavante colocou para dentro, aos 21 minutos.

O gol fez os alviverdes recuarem e tomarem alguns sustos nas bolas paradas. Foi um cai-cai danado dos atacantes de Bragança perto da área do Verdão. Tudo para poder mandar o chuveiro para cima de Fernando Prass. Mas Lúcio e Thiago Alves seguraram a onda lá trás e os mandantes foram para o intervalo com a vantagem no placar.

Kardec abraça Wesley em comemoração de gol  (FOTO: Ari Ferreira/LANCE!Press)

A segunda etapa continuou pegada. O Palmeiras, travado nos primeiros minutos, continuava sem criar. Foi quando Valdivia resolveu aparecer para o jogo. Apesar de uma chance clara perdida, o chileno desequilibrou. Chamou a responsabilidade, deu passes na medida... Até que roubou a bola na raça para Wesley marcar após o rebote de Rafael Defendi, aos 17. Provocação, tapinha no rosto do adversário... O velho Mago estava de volta.

Com o tento, o Verdão se soltou. Passou a triangular mais e abrir o ferrolho de Bragança. O terceiro não saiu por pouco logo em seguida. Mas a vitória já estava selada.

O tempo foi passando e Gilson Kleina colocou o time para trás. Com o meio de campo bem povoado, segurou a bola e administrou a boa vantagem até o final. Nada de zebra no Pacaembu.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 X 0 BRAGANTINO

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 27/3/2014, às 21h
Árbitro: Flávio Rodrigues Guerra
Assistentes:  Vicente Romano Neto e Daniel Paulo Ziolli

Público/renda: R$861105,00/ 24231 pagantes
Cartões amarelos: Bruno César, Marcelo Oliveira e Valdivia (PAL); Francesco e Geandro (BRA)
Cartões vermelhos: nenhum

GOLS: Alan Kardec, 21'/1ºT (1-0) e Wesley, 17'/2ºT (2-0)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Wendel (Vinicius - 38'/2ºT), Lúcio, Tiago Alves e Juninho; Marcelo Oliveira, Wesley, Valdivia e Bruno César (Eguren - 27'/2ºT); Leandro (Patrick Vieira - 32'/2ºT) e Alan Kardec. Técnico: Gilson Kleina.

BRAGANTINO: Rafael Defendi; Yago, Alexandre e Guilherme; Robertinho, Francesco, Geandro (Diego - 22'/2ºT), Gustavo e Léo Jaime; Magno Cruz (Diguinho - Intervalo) e Tássio. Técnico: Marcelo Veiga.

Com gol de Alan Kardec e Wesley, Palmeiras se classifica