icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/06/2014
15:55

Não é só na vida real que está difícil para as obras na Arena Corinthians alcançarem os 100% de conclusão. O game oficial da Copa do Mundo, que tem todas as licenças da Fifa e que foi lançado no dia 24 de abril no Brasil, reproduz a Arena Corinthians de forma quase perfeita. Isso porque no jogo, o estádio que irá receber a abertura do Mundial no dia 12 de junho entre Brasil e Croácia, aparece sem as arquibancadas provisórias.

As provisórias foram colocadas para que a Arena ultrapassasse os 60.000 lugares, a capacidade mínima exigida pela Fifa para um estádio poder ser palco da abertura da competição. Com as provisórias, a Arena chega a 68 mil lugares disponíveis. Portanto, o estádio representado no jogo não poderia sediar a abertura da competição.

Recentemente, Andrés Sánchez, ex-presidente do Timão e um dos responsáveis pelas obras do estádio em Itaquera, anunciou que o Corinthians não irá manter as arquibancadas provisórias após o término do Mundial e confirmou que elas serão retiradas.

No último jogo realizado na Arena, Corinthians e Botafogo empataram em 1 a 1 pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. Na partida, somente uma parte das arquibancadas provisórias do lado sul foi utilizada, com cerca de cinco mil pessoas no local. As arquibancadas provisórias do lado norte estiveram fechadas.

GAME FEITO PARA JOGADORES CASUAIS

O "Copa do Mundo Fifa Brasil 2014", nome oficial do jogo, tem versões para Xbox 360 e Playstation 3. O jogo conta com 7.469 jogadores de 203 seleções, além de 19 treinadores licenciados e 21 novos estádios, incluindo os 12 que sediarão o torneio.

Em comparação aos outros jogos da série Fifa, este ganha mais velocidade, simplicidade e tem como objetivo agradar jogadores casuais, que só irão comprar por causa do evento. O preço médio do jogo é de R$ 199,90.

Entre as várias modalidades de jogo, o jogador pode escolher em participar da Copa do Mundo com uma seleção desde as eliminatórias, jogar o torneio com os grupos oficiais iguais à vida real, ou participar da Copa com as 32 seleções classificadas oficialmente mas com grupos montados de outra forma.