icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/02/2015
09:25

Para diminuir os efeitos da altitude, os jogadores do River Plate terão mais do que os necessários balões de oxigênio: eles tomarão Viagra para resistir aos 3.735 metros acima do nível do mar da cidade de Oruro, na Bolívia, nesta quinta-feira, em San José.

É a estreia do River nesta edição da Copa Libertadores, em jogo válido pelo Grupo 6 da competição. Segundo o médico do time argentino Pedro Hansing, o estimulante sexual ajudará os jogadores a respirarem melhor.

- O Viagra é tomado porque estimula a circulação de oxigênio pelo sangue e ajuda a respirar melhor. O objetivo é esse: melhorar a oxigenação para atenuar a falta de oxigênio que há em Oruro - disse, à rádio "América".

Os atletas do River já estão em Santa Cruz da Sierra, que fica a 800 metros de altitude, considerada pequena. Somente nesta quinta que eles vão para Oruro. A partida vem sendo planejada pelo time de Buenos Aires há 20 dias, segundo Hansing. O elenco vem se adaptando às câmaras hiperbáricas e vai consumir também aspirina e cafeína.

- É preciso administrar os remédios antes de ir à altura para que os efeitos não descompensem os jogadores - disse.

O VIAGRA

O medicamento é utilizado em tratamentos de disfunção erétil. O uso diminui a pressão em nível pulmonar, já que o Viagra é um potente vasodilatador, que beneficia a oxigenação do sangue e aumenta o fluxo para os tecidos corporais.

SAN LORENZO MINISTROU O REMÉDIO EM 2014

O San Lorenzo também já fez uso de Viagra para minimizar os efeitos da altitude boliviana. No ano passado, quando foi campeão da Copa Libertadores, o time argentino utilizou o artifício para superar as adversidades de La Paz, a 3.660 metros, contra o Bolívar. O clube também ministrou contra o Independiente del Valle, na primeira fase da competição. Pelo visto, o remédio deu 'sorte' para o time argentino em 2014.