icons.title signature.placeholder Felipe Domingues, Guilherme Cardoso e Luis Fernando Ramos
07/11/2014
13:51

O paddock do Autódromo de Interlagos, em São Paulo, recebeu algumas visitas especiais nesta sexta-feira. De folga antes do treinamento da tarde, os goleiros Cássio e Walter e o lateral-esquerdo Uendel, do Corinthians, vieram ao local para acompanharem a primeira sessão de treinos livres para o Grande Prêmio do Brasil da F1.

- Fagner ia vir, mas acabou não conseguindo. A gente perguntou para eles (assessoria do clube) se poderia vir aqui, conhecer a estrutura, ver o treino, e eles conseguiram para nós. Está sendo bem legal essa primeira vez. É muito gratificante conhecer aqui - afirmou o camisa 12 do Alvinegro.

Apesar da curiosidade dos jogadores em relação ao ambiente da Fórmula 1, eles não vão poder acompanhar a corrida, neste domingo. No mesmo dia, às 19h30, o Corinthians enfrenta o Santos, pelo Campeonato Brasileiro, na Arena Corinthians.

- Achei muito legal, a estrutura, o tamanho dos pneus, é tudo muito diferente, nunca tinha acompanhado assim. Agora à tarde, a gente vai treinar, temos os últimos treinos agora. Amanhã de manhã já treinamos e concentramos para o jogo de domingo, mas foi bem legal vir conhecer a Fórmula 1 - disse Cássio.

Mesmo assim, o goleiro deu seu palpite para a disputa do título entre o inglês Lewis Hamilton e o alemão Nico Rosberg, ambos da Mercedes. Com duas provas para o fim da temporada, Hamilton tem 24 pontos de vantagem.

- Acho que o Hamilton. Ele vem bem, em uma regularidade boa, principalmente nas últimas corridas. Ele tem tudo para ser campeão - analisou.

Cássio ainda comentou sobre o momento do Alvinegro no Campeonato Brasileiro. Com 54 pontos e na sétima colocação, o Corinthians briga por uma vaga na Copa Libertadores de 2015. O Fluminense, atualmente em quarto, tem a mesma pontuação, mas tem uma vitória a mais (15 a 14).

- A gente está confiante. Temos um clássico agora, é importante ganhar. Não temos muito tempo para perder pontos. Temos de pensar em ganhar todas as partidas e estar bem. Esperamos fazer uma grande partida - avaliou.

Até agora, o Alvinegro tem se dado bem em clássicos na Arena. Contra Palmeiras e São Paulo, os donos da casa saíram vitoriosos. Agora, eles esperam repetir isso diante do Santos.

- Sobre isso, especificamente, não conversamos. Falamos que precisamos ganhar, é um jogo que sempre dá mais motivação. Então, é importante estar atento e ganhar o clássico. Isso é o que motiva mais - afirmou Cássio.