icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/04/2014
19:59

O atacante Jobson pode pagar um castigo pesado por ter se recusado a fazer um exame antidoping no último dia 25 de março. Nesta quarta-feira, o Comitê Antidoping da Arábia Saudita confirmou uma suspensão de quatro anos para o jogador do Al Ittihad que ainda tem vínculo com o Botafogo. Segundo o documento, trata-se de uma punição preventiva que vale para jogos dentro e fora do país asiático, a partir do dia 1º de abril.

Na nota, o órgão acusa Jobson de ter se omitido a relizar o teste, sendo, inclusive, procurado pessoalmente para se apresentar no dia do exame.

Os sauditas também lembram que Jobson já passou por problemas com doping, em 2009, testando positivo para o uso de cocaína, resultado que o deixou afastado dos gramados por sete meses, em seguida, por mais seis.

Em entrevista ao site "Globoesporte.com", o empresário de Jobson, Diego Lemos, sustentou que o atleta não foi comunicado sobre o exame antidoping. O atacante pode entrar com recurso nas próximas duas semanas.

Jobson está emprestado ao Al-Ittihad pelo Botafogo desde o ano passado. Ele reclama de três meses de salários atrasados no clube da Arábia Saudita.