icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/11/2014
21:32

O Botafogo está cada vez mais próximo de disputar a Série B do Brasileirão em 2015. Nesta quarta-feira, a equipe foi derrotada por 1 a 0 pelo Figueirense, em São Januário, em jogo válido pela 35ª rodada da competição. França fez o gol dos catarinenses. E o grande vilão da noite foi o atacante Jobson. O camisa 10 perdeu um pênalti aos três minutos do segundo tempo e saiu de campo sob vaias da torcida.


Com o resultado, o Figueira pulou para 43 pontos e fica cada vez mais distante do rebaixamento. Por sua vez, o Glorioso ficou estagnado em 33 pontos e precisa vencer os três últimos jogos no Brasileirão, além de torcer por uma combinação de resultados para se manter na Série A.

Na próxima rodada, o Figueirense recebe o Vitória - que também luta contra o rebaixamento - e o Alvinegro visita a Chapecoense. As duas partidas serão no domingo.

TIAGO VOLPI FECHA O GOL

Precisando desesperadamente da vitória, o Botafogo se lançou ao ataque, empurrado pelos torcedores que compareceram ao estádio de São Januário, do rival Vasco. Porém, esbarrou na ótima atuação do goleiro Tiago Volpi, que fez pelo menos duas defesas difíceis nos primeiros 45 minutos - em chute de Jobson e numa cabeçada de André Bahia. Além disso, Bolatti perdeu uma chance clara de gol.

LEIA MAIS
> Torcida do Botafogo se divide após nova derrota no Brasileirão
> ATUAÇÕES: Jobson vira vilão e André Bahia se salva em revés do Botafogo
> Mancini se diz chateado com Jobson: 'Foi irresponsável. Não sei se vai a Chapecó'

GALERIA DE FOTOS
> Confira as imagens da partida em São Januário


A pressão foi tamanha que o Glorioso teve 64% de posse de bola na etapa inicial, contra 36% do Figueira. A única chegada de perigo dos rivais, que apostavam principalmente nos contra-ataques, foi numa falha de Jefferson, que hesitou em sair do gol após uma pixotada de Dankler e deixou Marcão livre para cabecear.

JOBSON VIRA VILÃO E SAI VAIADO DE CAMPO

O segundo tempo começou com sinais de que seria na mesma tônica dos 45 minutos do etapa inicial. E logo no início, Régis cruzou e Cereceda interceptou a bola com a mão, dentro da área. Pênalti marcado por Anderson Daronco.

Jobson, uma das últimas cartadas do Botafogo para tentar escapar do rebaixamento, pegou a bola. Sem nenhum gol nas seis partidas que disputou desde o retorno, era a chance dele desencantar. Mas jogou a bola muito longe do gol - por causa disso, deixou o campo vaiado pela torcida para a entrada de Zeballos, aos 29.


    Jobson perde pênalti e aumenta o drama do Glorioso (Foto: Cleber Mendes/LANCE!Press)

Três minutos depois do desperdício do camisa 10, França surgiu livre para cabecear e abrir o placar, contando com a falha de Jefferson, que não pulou e preferiu fazer golpe de vista.

Depois do lance, o Glorioso se desesperou e foi para cima sem qualquer organização. O time de Argel Fucks se fechou ainda mais e ainda deu alguns sustos no contra-ataque. Mas não deu. O Botafogo perdeu mais uma vez e segue rumo à Série B do Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 0 X 1 FIGUEIRENSE

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 19/11/2014 - 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Jose Antônio Chaves (RS) e José Eduardo Calza (RS)
Renda e público: R$ 65.765,00 / 7.406 pagantes / 8.250 presentes
Cartões amarelos: Felipe, França, Tiago Volpi (FIG)
Gol: França 6'/2ºT (0-1)

BOTAFOGO: Jefferson; Régis, Dankler, André Bahia e Junior Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel e Bolatti (Gegê 18'/2ºT); Murilo (Yuri Mamute 12'/2ºT), Jobson (Zeballos 29'/2ºT) e Bruno Correa - Técnico: Vagner Mancini.

FIGUEIRENSE: Tiago Volpi; William Cordeiro, Marquinho (Nirley 5'/1ºT), Thiago Heleno e Roberto Cereceda (Marquinhos Pedroso 20'/2ºT); Dener, França (Yago 36'/2ºT), Marco Antônio e Felipe; Pablo e Marcão - Técnico: Argel Fucks.