icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/03/2014
16:23

O sérvio Novak Djokovic (2º colocado no ranking da ATP) nem precisou se esforçar para garantir uma vaga na final do Masters 1.000 de Miami, nesta sexta-feira. O tenista foi beneficiado pela desistência do japonês Kei Nishikori (21º), que sentiu uma lesão na virilha da perna esquerda, e não precisou entrar em quadra.

Agora, Djokovic aguarda o vencedor do duelo entre o espanhol Rafael Nadal (1º) e o tcheco Tomas Berdych (7º). Eles se enfrentam nesta noite. O sérvio busca seu segundo título nesta temporada. Há duas semanas, ele conquistou o Masters 1.000 de Indian Wells, nos Estados Unidos.

Enquanto isso, Nishikori lamentou muito não poder entrar em quadra na semifinal. Ele buscava chegar em sua primeira decisão de um torneio Masters 1.000. Nas quartas de final, ele tinha surpreendido ao passar pelo suíço Roger Federer.

"Muito triste por dizer que precisei desistir da partida de hoje. Estou muito desapontado e, obviamente, fico triste pelos meus fãs que vieram assistir à partida. Esse torneio é muito especial para mim e agora desejo voltar nos próximos anos. Vou trabalhar junto com minha equipe médica para melhorar o mais rapidamente possível", escreveu o tenista japonês em seu Twitter.