icons.title signature.placeholder João Matheus Ferreira
26/02/2015
20:14

A transferência de Ademilson, atacante revelado nas categorias de base do São Paulo, para o Yokohama Marinos (JAP) está selada. O contrato de empréstimo até o fim desta temporada foi assinado no início da noite desta quinta-feira. Pelo acordo, o valor de uma possível compra já está fixado em 7,5 milhões de euros (R$ 24,5 milhões).

Como o Yokohama pertence ao mesmo grupo que administra o Manchester City (ING), além de New York City (EUA) e Melbourne City (AUS), a negociação de Ademilson proporcionará alguns casos curiosos. O primeiro deles é que o antigo dono da camisa 19 fará os exames médicos que serão enviados ao clube japonês no CT do Manchester City na Inglaterra.

O "Maquininha", como chegou a ser chamado pelos torcedores, já viaja nesta sexta-feira para o Reino Unido, onde resolverá as últimas pendências da transação. Caso agrade no Yokohama, os milionários proprietários dos clubes podem colocá-lo em qualquer um dos outros três times a partir da próxima temporada.

Outro fato inusitado é que as três equipes menores do grupo têm a recomendação de seguirem o esquema tático utilizado pelos profissionais do Manchester City. Essa filosofia será passada a Ademilson durante a estadia na Inglaterra antes da viagem ao Japão. Dessa forma, o atacante deve voltar a atuar como se destacou na base do São Paulo e da Seleção Brasileira: mais centralizado, como o argentino Sergio Aguero no City.

Ademilson se despede do São Paulo com 112 jogos disputados e 15 gols marcados desde que foi promovido de vez ao elenco profissional, em 2011. O atacante está inscrito na primeira fase da Libertadores e também é um dos 28 nomes relacionados para o Campeonato Paulista - nomes como o zagueiro Antonio Carlos, por exemplo, não estão nessa relação.