icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/02/2015
00:36

Autor de uma assistência e um gol no Majestoso desta quarta-feira, Jadson foi ovacionado por torcedores e ainda coroado com o Prêmio Bridgestone de melhor jogador em campo. Na saída do gramado, o meia desabafou sobre eventuais críticas e comemorou, não somente a vitória do Corinthians sobre o São Paulo, como também sua volta por cima com a camisa alvinegra.

No começo da atual temporada, Jadson era reserva do uruguaio Lodeiro (negociado depois com o Boca Juniors). Diante da perspectiva de uma temporada difícil, afastado da titularidade, o camisa 10 entrou na mira do Flamengo. Após conversas com Tite, o meia decidiu permanecer no Timão. E não parece estar arrependido...

– Em toda minha carreira nunca fui de fazer biquinho. Sempre trabalhei com os pés no chão, respeitando todo mundo. É por isso que Deus tem me abençoado. Essa vitória foi para todos os corintianos e para todos meus verdadeiros amigos que me apoiam nas horas difíceis – disse.

[[GAL:LANPGL20150219_0001]]

Jadson chegou ao Corinthians no começo do ano passado, deixando justamente o São Paulo pela porta do fundo. Questionado se enfrentar o ex-clube foi motivação extra para brilhar na noite desta quarta, o camisa 10 foi direto: seu foco é o Timão e seus “30 milhões de torcedores”.

– Minha motivação é jogar no Corinthians. De entrar na Arena, ver os torcedores, que sempre nos ajudam. Nós aqui representamos os 30 milhões de torcedores do Corinthians. Então temos de entrar aqui e darmos nosso melhor – comentou o meia.