icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/11/2013
19:20

Sem saber o que é derrota na Superliga Feminina e no Campeonato Paulista, o Pinheiros volta à quadra nesta terça-feira para encarar um rival muito conhecido e tentar prolongar ainda mais a sequência de seis jogos sem derrotas. Em casa, as comandadas do técnico Wagão recebem o São Cristóvão Saúde/São Caetano, às 19h30.

O time da capital ocupa apenas a quarta colocação na tabela, mas isso se deve ao fato de ter começado a disputa depois dos demais participantes. Na estreia, Ellen e companhia venceram o Vôlei Amil e depois passaram pelo Barueri.

Mas a campanha que mais chama a atenção até o momento é a da Superliga. Após virar um jogo que parecia perdido diante do mesmo Barueri, a equipe surpreendeu equipes de maior investimento, como Banana Boat/Praia Clube (vitória por 3 a 1), Sesi-SP (3 a 2) e novamente Vôlei Amil (3 a 2).

A última derrota do Pinheiros nesta temporada foi na final da Copa São Paulo, em agosto, quando o Sesi-SP venceu por 3 sets a 0 e faturou o bicampeonato.

O São Caetano tem um histórico de grandes duelos com o Pinheiros. O time do ABC, aliás, também vem se consolidando como surpresa desta temporada. Graças ao forte bloqueio, a equipe de Hairton Carbral, que tem a ponteira Thaisinha e a oposto Sabrina como principais destaques, já aprontou para cima do Sesi-SP e do Brasília/Vôlei.

A Superliga vai ter uma parada no mês de novembro, devido à participação das seleções na Copa dos Campeões. Pelo nacional, o Pinheiros só joga no dia 19, às 19h30, contra o Minas, em duelo atrasado da primeira rodada.