icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
25/02/2015
18:07

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) vai investigar as causas do acidente do espanhol Fernando Alonso, da McLaren, durante testes realizados na semana passada em Barcelona. De acordo com a revista inglesa "Autosport", a entidade que entender as circustâncias do fato, mesmo sendo as escuderias sendo as responsáveis pelos treinos, merece uma atenção especial.

Ainda de acordo com a revista, a FIA, juntamente com a McLaren, já estão analisando as imagens do momento em que Alonso colide seu carro. O objetivo da entidade é entender o que de fato aconteceu para melhorar ainda mais a segurança dos pilotos durante a temporada que começa no mês que vem na Austrália.

E MAIS:
> Autódromo que levava nome de Senna é rebatizado por governador de Goiás
> Alonso deixa hospital, vai para casa descansar e recebe mensagem de Massa
> Menos laranja! Force India revela detalhes do novo carro

O fato de Alonso ter passado três dias em observação no hospital também motivou os dirigentes da FIA na análise do fato, mesmo a McLaren afirmando na época que o incidente é perfeitamente passivel de acontecer. Além disso, a escuderia nega o fato de o espanhol ter ficado inconsciente antes do momento da colisão.