icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
11/06/2014
08:13

Uma ação espontânea de um torcedor, no último sábado, desencadeou algo que vai mudar a cara do Estádio Beira-Rio para sempre. Pelo menos, essa é a ideia. O memorial criado pelos colorados para homenagear Fernandão vai permanecer no mesmo local onde foi criado. O Colorado irá construir uma proteção para que os recados escritos e as flores deixadas permaneçam por mais tempo.

Segundo o vice de administração José Amarante, será impossível retirar o memorial criado para Fernandão do atual local. Ele se encontra atualmente ao lado da antiga entrada principal do estacionamento do Beira-Rio, na avenida Padre Cacique. Ali ficava o Centro de Visitantes para o passeio nas obras do estádio. Algo que seria retirado dali e não existiria mais. Mas com a iniciativa dos colorados, vai ser conservado.

Os torcedores alvirrubros poderão visitar o local, como se fosse um ponto turístico no estádio. Semelhante ao que acontece no Estádio da Luz, do Benfica, onde há uma estátua de Eusébio, morto no início deste ano.

- É um lugar que tem profundo significado para nós colorados. Quem for ao estádio vai querer ver este espaço. Vamos mantê-lo e construir uma cobertura - disse Amarante, ao L!Net.

A ideia é construir um pequeno teto, ainda durante a Copa do Mundo, para proteger o local das interpéries. Um temporal ou algo do gênero que pudesse apagar as homenagens dos torcedores. Os dirigentes colorados já estão tratando sobre a situação com a Fifa, que está atualmente comandando o estádio por conta da Copa do Mundo. E tem encontrado bastante compreensão, até porque o local seria uma entrada para torcedores a pé, vindos da Zona Sul de Porto Alegre. E o Centro de Visitantes seria retirado dali. O diretor-executivo do Comitê Organizador Local, Paulão, tem ajudado o Inter a tratar da siutação.

O clube ainda está analisando que homenagens fará para o seu capitão na conquista da Libertadores de 2006 e do Mundial. A torcida pleiteia uma estátua de Fernandão levantando a taça do Mundo no pátio do Beira-Rio e a aposentadoria da camisa 9 colorada. Inicialmente, o Inter não terá o número no duelo com o Corinthians, no retorno ao Brasileirão após a parada para a Copa do Mundo. O jogador também deve virar nome de rua ao lado da casa alvirrubra.
Fernandão morreu aos 36 anos em acidente de helicóptero em Aruanã, interior de Goiás. O ex-jogador deixou esposa e três filhos.