icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/11/2013
08:03

O ano, já é de conhecimento público, não foi bom. O Internacional não conseguiu buscar o objetivo de estar na briga do título da Copa do Brasil e ficar na ponta do Brasileirão. Por conta do momento difícil reconhecido por todos, o discurso é de decisão contra o Atlético-PR, neste domingo, na Vila Capanema. Passa a ser o modo de motivar o elenco.

Tanto Clemer como o grupo de jogadores já afirmou em diversas oportunidades que não é preciso nenhuma dose de motivação extra. Que vestir a camisa do Inter já é o bastante. Mas o comandante colorado admite que é complicado mobilizar o elenco na situação atual – é décimo colocado, com 42 pontos. São ainda 21 pontos em disputa, a metade do que o Colorado somou até o momento.

- É difícil, sim. Ainda mais pela grandeza do Inter, que pode brigar por outras coisas. Mas faz parte, todo clube passa por isso. O que passou já passou. A realidade são os sete jogos. Fazer o nosso melhor. Temos metade dos pontos que já conquistamos em disputa. O futebol tem surpresas e precisamos acreditar o tempo todo – destacou Clemer.

O Colorado enfrentará o Furacão em meio a uma decisão para os paranaenses. Após vencer o Grêmio em casa, decide a vaga na final na Arena, na próxima quarta-feira. Algo que pode deixar o rubro-negro desfocado – na última rodada, por exemplo, alguns jogadores foram poupados. Nada que mude o pensamento dos colorados.

- Para nós é igual. Vamos encarar o jogo como mais uma decisão. Não sei como o Atlético está vendo a partida, mas a gente vai para vencer. Para nós não muda nada (decisão do Atlético). Vamos encarar o Atlético do mesmo jeito. Nosso objetivo é ganhar – completou o treinador colorado.

Com o time definido, o Inter volta a treinar na manhã deste sábado, antes da viagem para Curitiba. A equipe que entra em campo no domingo tem Muriel; Gabriel, Alan, Jackson e Kleber; Airton, Willians, D’Alessandro, Alex e Jorge Henrique; Scocco.