icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes e Pedro Barboza
20/11/2013
20:36

O cenário não é de uma final da Copa do Brasil, e sim de um jogo de dois times do interior, válido por qualquer campeonato estadual pelo Brasil. Assim está a Vila Capanema, local que recebe na noite desta quarta-feira, a primeira partida da final da segunda competição mais importante do país, entre Atlético-PR e Flamengo, para os profissionais de imprensa que foram trabalhar na partida.

Os profissionais da imprensa escrita foram "acomodados" em um setor novo, que fica do lado oposto da cabine de imprensa para TV e rádio. A estrututra é arcaica, com um grande número de pessoas se movimentando. Para retirarem o credenciamento, um adesivo na blusa, os profissionais tiveram que entrar por uma porta de madeira antiga, mal conservada.

Os jornalistas foram alojados no setor do Atlético-PR, com duas mesas com capacidade para oito cadeiras, e precisaram disputar lugar com os torcedores do clube mandante. Algumas cadeiras estão enferrujadas. Quem não conseguir lugar, em sua maioria, vai ficar em pé trabalhando. Enfim, um completo despreparo para uma partida tão importante.