icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/03/2014
16:19

Neste sábado, Igor Araujo conquistou sua segunda vitória no Ultimate e deu mais um passo para subir no ranking meio-médio da organização. Pelo card preliminar do UFC: Gustafsson x Manuwa, em luta que aconteceu em Londres, Inglaterra, Araújo bateu Danny Mitchell por decisão unânime dos juízes.

Faixa preta de jiu-jitsu, o brasileiro conseguiu levar a maior parte do combate no solo, onde levou vantagem sobre seu adversário. O duelo contra o inglês foi praticamente todo realizado na luta agarrada.

Apesar de ter sido superior no jogo de chão, Araújo chegou a passar aperto quando o inglês tentou uma chave de perna, ainda no primeiro round. Mas, no restante do combate, o brasileiro conseguiu defender-se melhor das investidas de seu oponente.

No segundo assalto, Araujo ainda chegou perto de finalizar Mitchell. O brasileiro tentou um triângulo, e depois uma transição para um omoplata, mas não conseguiu encaixar nenhuma das duas finalizações.

Nos segundos finais do confronto, os lutadores ainda protagonizaram uma trocação franca no solo, que levantou o público. Logo após a luta, Araújo comemorou o triunfo e fez questão de elogiar os fãs presentes na arena.

- Estou me sentindo bem demais. Vocês são demais! Vim do Brasil e vocês respeitaram o fato de um brasileiro ganhar aqui – afirmou Araújo, que agora possui um cartel de 25 vitórias e seis derrotas no MMA.

A LUTA
1º Round
O primeiro assalto da luta foi praticamente inteiro trabalhado na luta de solo. O inglês consegui uma queda logo no inicio, mas não teve efetividade e o brasileiro reverteu a posição. No restante do round, Araujo investiu mais no ground and Pound enquanto seu adversário arriscou uma chave de perna.

2º Round
No segundo round, Araujo conseguiu levar a luta para o solo logo no início e passou a trabalhar golpes no grouund and Pound. Na parte final, o inglês conseguiu se levantar mas, logo depois, puxou o brasileiro para guarda, tentando uma finalização que não deu certo. Nos segundos finais, Araujo terminou por cima golpeando.

3º Round
O último round não foi diferente e os lutadores continuaram na luta agarrada. No chão, Araujo tentou diversas vezes finalizar seu adversário, alternando de um triângulo para um omoplata, mas não encaixou bem a finalização. No último minuto, Mitchell tentou novamente uma chave de perna, que não teve sucesso. Nos momentos finais, os lutadores ficaram trocando socos no chão por quase 30 segundos.

Cláudio Mineiro cansa, mas garante vitória

Também pelo card preliminar do UFC de Londres, Cláudio Mineiro fechou a participação brasileira no evento com uma vitória por decisão unânime. Todos os juízes marcaram 29 a 28 para o brasileiro, que bateu Bradley Scott.

Após realizar um bom primeiro round, alternando bons golpes e buscando quedas, Cláudio Mineiro cansou e não conseguiu manter o ritmo no restante da luta. No segundo assalto, o brasileiro chegou a passar aperto, quando acusou um golpe na genitália, mas o árbitro não parou o combate. A sorte de Claudio foi que Scott não foi para cima com tudo mas, mesmo assim, o restante do round foi do inglês, que chegou muito perto de terminar a luta.

No último asssalto, Mineiro voltou a investir nas quedas e conseguiu levar a luta para o chão. No solo, o brasileiro manteve a posição superior e terminou o confronto por cima de seu oponente.

Cláudio Mineiro, que fazia sua estreia pelo Ultimate, chegou a sua décima vitória consecutiva na carreira, sustentando um cartel de dez triunfos e apenas uma derrota. Do outro lado, Scott agora possui um histórico de nove vitórias e três derrotas.

Confira abaixo todos os resultados do card preliminar do UFC de Londres:
Ilir Latifi venceu Cyrille Diabate por finalização no primeiro round
Luke Barnatt venceu Mats Nilsson por nocaute técnico no primeiro round
Cláudio Mineiro venceu Brad Scott por decisão unânime (29 a 28, 29 a 28 e 29 a 28)
Igor Araújo venceu Danny Mitchell por decisão unânime (30 a 27, 30 a 27 e 30 a 27)
Louis Gaudinot venceu Phil Harris por finalização no primeiro round