icons.title signature.placeholder Luiz Gustavo Moreira
09/06/2014
12:45

Presidente da Federação Croata de Futebol e artilheiro da Copa do Mundo de 1998, quando a Croácia terminou com o terceiro lugar, Davor Suker participou de uma mesa redonda com Belletti e Pierre Van Hooijdonk, na manhã desta segunda-feira, em Copacabana. Com muito bom humor, ele brincou sobre a possibilidade de sucesso da seleção do seu país na Copa do Mundo:

- No videogame seríamos campeões - brincou o ex-atacante.

Muito bem humorado no evento, que divulgou o troféu que será dado pela Budweiser ao melhor jogador de cada partida do Mundial, Suker também falou sério na hora que falou sobre as chances da Croácia contra o Brasil - no primeiro jogo da Copa do Mundo, na quinta-feira, em São Paulo -, e foi realista.

- Espero que a Croácia termine em segundo lugar no grupo (risos). Viemos de um país pequeno e é muito importante para nós participar de uma Copa do Mundo. Será um jogo muito difícil. Neymar e os jogadores de meio-campo têm muita qualidade. Daremos o nosso melhor para ganhar o jogo - disse Suker.

A Croácia não contará com Mario Mandzukic, suspenso. Suker lamentou a ausência, mas acredita que isso servirá para que o jogador do Bayern (ALE) se prepare melhor para os outros jogos:

- Mandzukic fará falta, mas é importante que se prepare para enfrentar Camarões e México e nos ajudar.