icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/02/2015
19:48

O Borussia Dortmund passou por uma fase muito difícil no Campeonato Alemão. Chegou a estar na lanterna do torneio. Mas vem de três vitórias seguidas e pegou o elevador para a 12ª posição. Neste sábado o time tem o jogo ideal para deslanchar de vez. Ou que tem o poder de acabar com essa arrancada. Em casa, os Aurinegros fazem o histórico clássico do Vale do Ruhr, contra o Schalke 04.

O técnico Jürgen Klopp, que sobreviveu ao péssimo momento e lidera na redenção, comemora o clássico deste sábado dentro da casa do Borussia Dortmund, o Signal Iduna Park, que estará lotado, como todos os jogos entre os rivais no estádio desde 1987.

– É um jogo muito grande e vem em um momento importante – disse o treinador Klopp.

O técnico ainda falou sobre a estratégia adotada por Roberto Di Matteo nos Azuis Reais. O Schalke aposta forte na defesa, e o Borussia espera ter dificuldades para furar a zaga do adversário.

– Eles têm estabilidade lá atrás durante 90 minutos e têm um contra-ataque poderoso. Esse é o estilo deles, e acabaram se transformando em uma máquina de conseguir resultados.

Schalke está na parte de cima da tabela (Foto: Bernd Thissen/AFP)

Do outro lado, o italiano Roberto Di Matteo, campeão europeu comandando o Chelsea, vai disputar o seu primeiro clássico do Ruhr. O ex-jogador de times como Lazio e os próprios Blues exaltou poder incluir mais um jogo desse calibre em sua carreira.

– Clássicos sempre têm alguma coisa de especial. O time, a torcida, o clube... Todos estão muito animados nos últimos dias. Mesmo sendo o meu primeiro, sei que todos esperam muito de mim nessa partida.

Di Matteo lembrou ainda que, por causa da situação do Borussia, o time virá cheio de motivação. Não só pelo clássico em si, mas para subir na tabela após conseguir uma vitória sobre o rival.

– Temos que estar mentalmente preparados – concluiu.

Um motivo a mais para o Borussia Dortmund acreditar na vitória é a enorme quantidade de desfalques do Schalke 04. No total, os Azuis Reais não vão poder contar com nove jogadores.

Alguns atletas importantes estão nessa lista, como Draxler, Goretzka, Farfan e Matip, todos lesionados. Kirchhoff, Giefer, Fährmann, Kolasinac e Obasi também estão indisponíveis para o treinador Roberto Di Matteo.

O Borussia Dortmund também tem alguns desfalques, mas não tão importantes. Grosskreutz e Durm já estão vetados pelo departamento médico, enquanto Piszczek, Sokratis e Kampl ainda são dúvida.