icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/06/2014
13:59

Fora a missão de melhorar o futebol apresentado na primeira rodada, já que a derrota por 3 a 0 para França deixou Honduras na lanterna do grupo E, os bicolores têm outra tarefa à cumprir nesta Copa: marcar um gol.

O jejum em Copas já dura 32 anos. A seleção só marcou duas vezes em sua história, ambas na edição de 82, na Espanha. O último foi na partida contra a Irlanda do Norte. No mundial passado, na África-do-sul, em 2010, os centro-americanos foram a única seleção naquela edição a não conseguir balançar as redes

Os dois artilheiros hondurenhos em Copas são "Pecho de Águila" Zelaya, que marcou no empate contra a anfitriã do Mundial de 82, e "Tony" Laing, o último a marcar pela bicolor.

Antes de vencer, pesa o primeiro objetivo à Honduras que é conseguir marcar um gol. O feito pode ser alcançado na próxima partida, contra o Equador. O duelo ocorre na próxima sexta, às 19h, em Curitiba.