icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
24/11/2014
08:15

A Conmebol sorteia nesta segunda-feira os grupos da Copa América-2015, no Chile. O evento para definir contra quem cada seleção vai jogar está marcado para as 21h (de Brasília), e acontecerá na Quinta Vergara um palácio de Viña del Mar.

O Brasil é um dos cabeças de chave e vai ficar no Grupo C, como definiu a Conmebol. O anfitrião Chile está na chave A e a Argentina na B. O mistério é para saber quais serão os adversários de cada um.

- Eu respeito todos os adversários. Não há escolha, nem preferência. O Brasil, com a chegada do Dunga, vem se conduzindo bem, com vitórias e só sofremos um gol - afirmou o presidente da CBF, José Maria Marin, que está em território chileno.

Os potes foram definidos segundo a colocação de cada um dos outros participantes no Ranking da Fifa. Por isso, o Pote 2 tem Colômbia, Uruguai e México, a contragosto dos uruguaios, que, por serem atuais campeões, gostariam de ter sido cabeças de chave também.

No Pote 3, aparecem Equador, Peru e Paraguai. O Pote 4 tem Venezuela, Bolívia e a convidada Jamaica, em mais uma demonstração de proximidade entre a Conmebol e a Concacaf.

Além dos presidentes das respectivas confederações envolvidas na Copa América, da Conmebol e da Concacaf, são esperados diversos treinadores, menos o brasileiro Dunga e os argentinos Tata Martino e José Pekerman, que treinam Argentina e Colômbia.

A Copa América será disputada em 24 dias: de 11 de junho a 4 de julho, em oito cidades (Santiago, Concepción, Viña del Mar, Valparaíso, Antofagasta, Temuco, La Serena e Roncagua ) e nove estádios, pois a capital está representada pelo Monumental e Nacional. Uma das novidades é o fim das prorrogações na fase mata-mata, com exceção ao jogo final.

O Brasil é o terceiro maior vencedor da Copa América, com oito conquistas. Uruguai (15) e Argentina (14) estão acima da Seleção Brasileira.