icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/03/2014
11:30

Após Georges Saint-Pierre resolver dar um tempo em sua carreira e se afastar no MMA, o título dos meio-médios do Ultimate ficou vago e a corrida pelo cinturão da categoria está acirrada. No dia 15 de março, Johny Hendricks e Robbie Lawler disputarão o título no UFC 171, que acontece em Dallas, nos Estados Unidos, mas, antes mesmo de se enfrentarem, as especulações sobre o próximo desafiante já estão em alta.

A luta co-principal do UFC 171, entre Carlos Condit e Tyron Woodley, provavelmente definirá quem será o próximo lutador a ter uma chance pelo título. Mas, outros nomes ainda correm por fora, como Matt Brown e até Nick Diaz, que está afastado do MMA.

Mesmo já tendo chegado a falar em aposentadoria, Diaz afirmou que voltaria a lutar caso fosse numa disputa de cinturão. Porém, na opinião de Johny Hendricks, caso ele se torne o campeão, Nick não deveria ser o primeiro lutador a desafiá-lo.

- Acho que ele precisa de algumas lutas antes. Como está o cartel dele, perdeu suas duas últimas lutas? É isso aí, mas se o UFC disser: 'Hey Johny, você tem que lutar com ele'. Eu não vou dizer não - comentou o atleta.

Nick Diaz está afastado do MMA desde março do ano passado. As duas últimas lutas do atleta pelo Ultimate foram em disputas de cinturão, tendo sido derrotado por Carlos Condit e GSP.