icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/11/2013
13:17

Jogador com maior número de jogos com a camisa do Fluminense no atual elenco tricolor, com 218 partidas, o zagueiro Gum confirmou mais uma vez ser, em campo, a representação do famoso grito de 'Time de Guerreiros' entoado pela torcida do Flu nas arquibancadas do Maracanã. Contra o São Paulo, o camisa 3 marcou o terceiro gol dele no Brasileirão, o mais importante do ano, mas não com a camisa do Fluminense.

- O último gol que fiz tinha sido contra o Coritiba. Não tem como falar que esse gol (contra o São paulo) foi mais importante pelo Fluminense, apesar do momento e pela situação que estou vivendo atualmente. Uns outros cinco gols foram tão importantes quanto esse - afirmou o zagueiro

Apesar da polêmica com o lance, no qual os jogadores do São Paulo pressionaram o juiz Marcio Chagas da Silva para mostrar o cartão amarelo a Gum, que seria o segundo dele na partida, o que ficou marcado mesmo foi o gol da virada, aos 43 minutos do segundo tempo, feito pelo zagueiro. A vitória que levou o Fluminense à 15ª posição, com 42 pontos na tabela.

FAMA SURGIU EM 2009

Mas o lance da partida do último domingo, que fez com que o zagueiro saísse ovacionado do Maracanã pela torcida tricolor, não foi o primeiro marcante na trajetória de Gum pelo Fluminense. Em 2009, ano que o clube também lutava contra o rebaixamento e ao mesmo tempo pelo título da Copa Sul-Americana, o zagueiro também teve desempenho marcante.

Primeiramente, contra o Internacional, pela 30ª rodada do Brasileirão daquele ano, o zagueiro marcou os dois gols do Fluminense na partida, que terminou em 2 a 2 e que simbolizou o início da arrancada que salvaria o time da queda. Depois, no jogo que preenche até hoje o imaginário do torcedor tricolor, Gum foi o autor do gol que iniciou a vitória por 3 a 2, no Mineirão, sobre o Cruzeiro.

Se no Campeonato Brasileiro o zagueiro já tinha status de herói, foi na Sul-Americana que o zagueiro caiu de vez nas graças do torcedor. Na semifinal contra o Cerro Porteño (PAR), o Fluminense perdia por 1 a 0 até os 47 minutos do segundo tempo, quando Gum, que estava machucado, mas pediu ao técnico Cuca para permanecer em campo, marcou o gol de empate na partida que ainda terminaria em 2 a 1 para o Fluminense. Depois, Gum voltou a marcar na final contra a LDU (ECU) - o terceiro do Flu na partida - que manteve o sonho do título, que acabou não vindo.

- Em 2009, contra o Cruzeiro, o gol na semifinal da Sul-Americana contra o Cerro Porteño, quando a torcida reconheceu. Tem também os dois gols na mesma partida contra o Internacional, em 2009... Importante é que tive fé e pude fazer o gol, mas não só por isso, um estádio inteiro estava mobilizado. Através de mim, todos foram para a casa felizes - narrou o zagueiro.

GOLS MARCANTES DE GUM PELO FLUMINENSE:

2009:
Fluminense 2 x 2 Internacional (2 gols)
Cruzeiro 2 x 3 Fluminense
Fluminense 2 x 1 Cerro Porteño
Fluminense 3 x 0 LDU

2013:
Fluminense 2 x 1 São Paulo