icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/03/2014
20:48

O técnico Paulo Autuori vai só aumentando sua confiança na equipe reserva do Atlético-MG e quem se destaca nos jogos é o atacante Guilherme. Contudo, o treinador deixou claro que a disputa pela titularidade no Galo é algo que deve ser saudável, ao natural.

- Como te falei, as coisas vão acontecer com naturalidade, não tem pressa, pressão, o Guilherme vai trabalhar no dia a dia, jogando, queremos isso, competição saudável, respeito um pelo outro. Vou ser repetitivo de novo: temos um ótimo ambiente - afirmou o treinador, que também comentou sobre o pênalti que ele mandou Guilherme bater, ao invés de Berola:

- Eu não sou locutor de rádio, meu trabalho é no treino. Está tudo definido, quem vai cobrar isso e aquilo, quem vai ficar na barreira. O Guilherme é um cobrador e ele bateu. Neto Berola fez um grande jogo e saiu porque estava cansado - completou.

Guilherme participou de três dos quatro gols do Galo e saiu de campo feliz com a sua atuação. Ele já tinha sido importante na vitória contra o Independiente Santa Fe, ao dar o passe para o gol de Jô.

- Eu vou ficar falando do Guilherme todo dia assim, grande jogador, faz grandes coisas. Prefiro falar do grupo todo, entrando em um nível técnico, tático e mental muito bom. Era importante as coisas acontecerem com muita naturalidade - afirmou Autuori.

Elogio para o time todo

O treinador, como escrito acima, preferiu fazer uma análise mais geral do que individual, mas acabou citando alguns nomes que se destacaram na vitória diante do Villa Nova:

- Todos estiveram muito bem, garotos entraram bem, jogadores com qualidade. Rosinei e Donizete sao experientes, Claudinei esteve muito bem, Edcarlos fez um bom jogo, junto com Jemerson, equipe com maneira de jogar que começa a ganhar solidez.