icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/04/2014
10:13

O momento, todos reconhecem, não é dos melhores. A segunda melhor campanha da Libertadores, o Grêmio começa a disputar as oitavas de final com duas derrotas consecutivas, uma delas uma goleada em Gre-Nal. Mas o presidente Fábio Koff e o técnico Enderson Moreira pedem para que os torcedores gremistas apoiem a equipe na próxima quarta-feira, principalmente.

Nesta quarta, o Tricolor começa a decidir a vaga nas quartas de final da Libertadores com o San Lorenzo, em Buenos Aires. O clube será representado por cerca de 700 torcedores na capital argentina. Mas as súplicas de ambos não tem relação apenas com a arquibancada, e sim com o clima de desconfiança criado em torno do time para os jogos decisivos.

- O torcedor tem que acreditar. Estamos nas oitavas de finais de uma competição de 32 clubes e foi segundo melhor. Sofremos um gol. Vamos jogar com o espírito de Libertadores. Entramos no grupo da morte e já estávamos eliminados no sorteio. As preocupações que nós temos, o San Lorenzo tem também, o Cruzeiro tem também, que vai enfrentar o Grêmio. O que muda é a capacidade de superação. As competições e os jogos são diferentes. A emulação, a consciência do atleta, é diferente e funciona - comentou o presidente gremista.

Na derrota para o Furacão, no domingo, o técnico Enderson Moreira foi chamado de burro já no intervalo. Saiu de campo aplaudindo. Segundo ele, o gesto foi para pedir apoio do torcedor que estava no Orlando Scarpelli. É o que ele quer principalmente na outra quarta, no duelo na Arena contra os argentinos.

- O aplauso é para chamar o torcedor para nos ajudar. No momento difícil precisamos da ajuda do torcedor. Já recebemos muitas críticas de muita gente. Tivemos um confronto difícil na Libertadores, conseguimos chegar como segunda melhor campanha e estamos em aberto. Precisamos do nosso torcedor, que ele acredite e possa incentivar. As cobranças são normais, todo mundo quer vencer sempre. Mas nem sempre é possível - pediu Enderson.

O Grêmio já está em solo argentino e treinará na tarde desta terça-feira, no palco do jogo. O técnico não contará com oo zagueiro Rhodolfo e o lateral-esquerdo Wendell, machucados. O goleiro Marcelo Grohe é dúvida, mas deve atuar. A expectativa é que Luan também esteja em condições de iniciar o jogo.