icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/12/2013
08:04

O Grêmio está em momento econômico delicado. Mas nada que reflita no elenco de jogadores. Ainda que precisa de receitas para pagar os salários atrasados a funcionários e elenco, o clube gaúcho garante que não há uma "liquidação" a "preço de banana" dos ativos gremistas para a temporada. O presidente em exercício, Romildo Bolzan Jr., afirma que o clube sofre com falta de fluxo de caixa, mas que em uma visão macro, não há preocupações.

A diretoria gremista já se moveu no mercado e buscou o zagueiro Pedro Geromel e o volante Edinho. No entanto, tem nome de jogadores aventados em alguns clubes. Rhodolfo, que pertence ao São Paulo, tem sondagens. Bressan também. Alex Telles já foi vendido para o Galatasaray, da Turquia. Souza interessa ao São Paulo. Barcos foi especulado no Cruzeiro. Werley e Ramiro também tem perfil europeu. Ou seja, há nomes que despertam desejo de outras equipes.

- Não estamos liquidando nossos ativos, não estamos vendendo a preço de banana. Não estamos rifando ativo importante. O Grêmio faz negócios, a partir do entendimento que é bom para ele. Tem soberania sobre isso, absoluto conhecimento do que vale os seus jogadores. Não sofremos tentações que possam estabelecer uma situação de liquidação dos jogadores, valores que possam seduzir momentaneamente. Trabalhamos com lucidez e tranquilidade. Com receitas que se formarão ano que vem - explicou Bolzan Jr. em entrevista para a Rádio Bandeirantes.

A única venda foi o lateral-esquerdo Alex Telles, que deve ser confirmada de maneira oficial nesta segunda-feira. O Tricolor deve abocanhar cerca de R$ 9 milhões com a negociação, o que deve colocar em dia a folha de pagamento.