icons.title signature.placeholder RADAR / LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR / LANCEPRESS!
19/08/2015
13:01

Os planos para os futuros amistosos da Seleção Brasileira que disputará o inédito ouro olímpico no futebol podem sofrer algumas mudanças. O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, revelou nesta quarta-feira que está em conversas com dirigentes do Atlético-MG, Corinthians e Flamengo para que todos solicitem á CBF a dispensa de seus respectivos atletas em jogos da Seleção Olímpica:

-  Estamos encaminhando uma negociação para conseguir uma desconvocação coletiva - afirmou o dirigente gremista, ao "Zero Hora".

Bolzan faz uma ressalva apenas referente aos atletas que possam ser chamados futuramente por Dunga:

- Temos que conversar com o jogador para ver a vontade dele de ser desconvocado.

Os jogadores foram convocados para o amistoso contra a França, em 8 de setembro, em Le Mans. Porém, segundo a programação da CBF, os convocados ficarão entre 31 de agosto, dia da apresentação, e 9 de setembro, perdendo três rodadas do Brasileiro.

Aos olhos do diretor executivo do Grêmio, Rui Costa, as conversas vêm acontecendo com cautela. A equipe não quer perder por três rodadas o atacante Luan:

- Temos que tentar de alguma forma diminuir o prejuízo. Estamos debatendo com cautela até em função do nosso jogador – conta o diretor executivo gremista, Rui Costa.

O Grêmio aguarda o posicionamento dos outros clubes para solicitar à CBF o pedido de "desconvocação coletiva".

Os planos para os futuros amistosos da Seleção Brasileira que disputará o inédito ouro olímpico no futebol podem sofrer algumas mudanças. O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, revelou nesta quarta-feira que está em conversas com dirigentes do Atlético-MG, Corinthians e Flamengo para que todos solicitem á CBF a dispensa de seus respectivos atletas em jogos da Seleção Olímpica:

-  Estamos encaminhando uma negociação para conseguir uma desconvocação coletiva - afirmou o dirigente gremista, ao "Zero Hora".

Bolzan faz uma ressalva apenas referente aos atletas que possam ser chamados futuramente por Dunga:

- Temos que conversar com o jogador para ver a vontade dele de ser desconvocado.

Os jogadores foram convocados para o amistoso contra a França, em 8 de setembro, em Le Mans. Porém, segundo a programação da CBF, os convocados ficarão entre 31 de agosto, dia da apresentação, e 9 de setembro, perdendo três rodadas do Brasileiro.

Aos olhos do diretor executivo do Grêmio, Rui Costa, as conversas vêm acontecendo com cautela. A equipe não quer perder por três rodadas o atacante Luan:

- Temos que tentar de alguma forma diminuir o prejuízo. Estamos debatendo com cautela até em função do nosso jogador – conta o diretor executivo gremista, Rui Costa.

O Grêmio aguarda o posicionamento dos outros clubes para solicitar à CBF o pedido de "desconvocação coletiva".