icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/04/2014
10:21

O Grêmio chega para o segundo jogo de oitavas de final da Libertadores precisando marcar dois gols. A derrota por 1 a 0 para o San Lorenzo, na Argentina, implica isso. No entanto, a produção ofensiva do Tricolor é abaixo da necessária. No último mês, o clube marcou cinco gols em seis jogos - média de 0,8.

O jogo de volta com o Ciclón acontecerá no dia 30 de abril. No período de um mês atrás disso, o Grêmio tem seis jogos: as duas finais do Campeonato Gaúcho, as vitórias sobre Nacional (URU) e Atlético Nacional (COL) na Libertadores, além da derrota desta quarta, e a estreia no Brasileirão, contra o Atlético-PR.

Dia 30 de março, o Grêmio marcou um gol no primeiro Gre-Nal. Depois, outros três nos jogos da Libertadores. E nas últimas três partidas, apenas um tento feito, no clássico que terminou 4 a 1 para o maior rival. A produção terá de melhorar na Arena. Nos jogos anteriores da Libertadores, a média é de 1,25 gols por jogo. Se a conta englobar o Gauchão, competição de reconhecida qualidade mais baixa, o Tricolor tinha média de 1,66 gols por jogo em março, sem contar o primeiro Gre-Nal da decisão.

Os gaúchos precisarão, mais do que nunca, que Barcos funcione. Nesta quarta, na única chance criada, no tiro livre marcado dentro da área, o Pirata perdeu a chance. O camisa 9 tem dois gols na Libertadores. Dudu e Luan, integrantes do setor ofensivo, tem um, cada.

- Acho que não só o Barcos, mas os jogadores que vão pelo lado, que tem que chegar à frente, tem que buscar essa chegada mais próxima. Temos jogadores que têm competência para fazer os gols que precisamos na quarta-feira - destacou Enderson Moreira.

Na Libertadores, o Grêmio fez em quatro oportunidades resultados que valem contra o time argentino: nos dois jogos contra o Nacional (COL) - 3 a 0 na Arena e 2 a 0 em Medellín - e nas vitórias sobre o Nacional (URU) por 1 a 0, que leva a decisão para os pênaltis contra os argentinos.

- O Grêmio já fez gols fora de casa, em casa, temos que nos agarrar em coisas boas nesse momento. Que o torcedor no ajude, estamos vivos. Pedimos ajuda demais, confiamos demais neles - pediu Edinho.

O elenco gremista retorna para Porto Alegre no meio da tarde desta quinta-feira e tem pela frente confronto com o Atlético-MG, na Arena, no domingo. Os mineiros também estão envolvidos na disputa das oitavass da Libertadores - perderam por 1 a 0 no duelo com o Nacional (COL), no Atanasio Girardot.