icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/04/2014
23:52

O papa Francisco abençoou o San Lorenzo. A equipe de Buenos Aires derrotou o Grêmio, por 1 a 0, no Estádio Nuevo Gasómetro. Além de fazer a alegria do pontífice - torcedor azul-grená -, os argentinos largaram à frente na disputa pelas oitavas de final da Copa Libertadores. Correa marcou o gol da vitória.

Na volta, no dia 30 de abril, na Arena, o time gaúcho precisa vencer por dois gols de diferença para avançar à próxima fase. Caso repita o placar, a vaga será definida nos pênaltis. Triunfo do Grêmio por um gol de diferença, mas levando gol, dá a classificação ao time argentino.

A equipe argentina ensaiou pressão típica das equipes mandantes nos minutos iniciais, mas apesar do domínio e de acuar o Tricolor no campo de defesa, não criou chances concretas de gol. Com o passar do relógio, o Imortal equilibrou as ações em campo. O meia-atacante Dudu era a principal válvula de escape do time. Por outro lado, Léo Gago, improvisado na lateral-esquerda com a lesão de Wendell, mostrava sinais de nervosismo.

No fim, os 45 minutos iniciais foram de muita marcação e aplicação tática do Grêmio, que não deu espaço às infiltrações da equipe portenha. Nem mesmo o talento dos meias Piatti e Villalba conseguiu romper a linha defensiva do adversário. O empate sem gols ao apito do árbitro Enrique Osses era justificável.

Os gaúchos voltaram para o segundo tempo com um pouco mais de ousadia. Em belo lançamento de Zé Roberto, o volante Ramiro quase abriu o placar, mas parou no goleiro Torrico. Mas logo em seguida, veio o banho de água fria. Após troca rápida de passes, o atacante Correa recebeu de costas para a área, girou com uma facilidade assustadora e chutou firme para abrir o placar. Foi o suficiente para incendiar de vez o Nuevo Gasómetro.

Não restou opção ao Grêmio que não partir para cima. Enderson Moreira promoveu a entrada da joia Luan no lugar do volante Ramiro. O Imortal passou a ditar o ritmo do jogo, mas a exemplo do adversário durante o primeiro tempo, não conseguiu construir uma jogada que representasse perigo de gol ao camisa 1 Torrico. A chance de ouro veio aos 33 minutos. Após recuo do lateral Buffarini, o árbitro assinalou tiro livre indireto a favor do Tricolor. Dudu ajeitou com carinho e rolou, mas Barcos, na pequena área, isolou.

FICHA TÉCNICA:

San Lorenzo 1x0 Grêmio


Data - Hora: 24/4/2014 - 22h
Local: Estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires (ARG)
Árbitro: Enrique Osses (Fifa/CHI)
Assistentes: Carlos Astroza (CHI) e Sergio Román (CHI)
Renda/Público: Não divulgados
Cartões Amarelos: Buffarini, Correa e Más (CER); Léo Gago (GRE)
Cartões Vermelhos: -

Gols: Correa, aos 6'/2ºT (1-0)

SAN LORENZO: Torrico; Buffarini, Valdés, Gentiletti e Mas; Mercier, Ortigoza, Villalba (Cavallaro, aos 30'/2ºT) e Piatti (Kannemann, aos 24'/2ºT); Correa (Elizari, aos 37'/2ºT) e Matos. Técnico: Edgardo Bauza

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Werley, Geromel e Léo Gago (Breno, aos 37'/2ºT); Edinho, Ramiro (Luan, aos 11'/2ºT), Riveros e Zé Roberto (Maxi Rodríguez, aos 40'/2ºT); Dudu e Barcos. Técnico: Enderson Moreira