icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/04/2014
13:27

Não bastasse o vexame de levar 4 a 1 em um clássico, em uma final de Campeonato Gaúcho, com todos os requintes de crueldade que aconteceram neste domingo, no Estádio Centenário. O Gre-Nal que definiu o Gauchão também colocou a sequência de maior jejum do Grêmio desde os anos 2000. São oito clássicos que o Tricolor não vence o maior rival.

A última vitória aconteceu em agosto de 2012, com gol de Elano dentro do Estádio Beira-Rio. Desde então, são quatro vitórias coloradas e quatro empates. O Colorado não sabe o que é ser derrotado em um clássico há quase dois anos. O atenuante é que o Inter não jogou em casa desde a derrota do Brasileirão, já que o Beira-Rio estava em obras.

O Grêmio, entre 2007 e 2009, permaneceu sete jogos sem vencer. Mas no oitavo jogo, Maxi López, hoje na Sampdoria, fez o gol que garantiu a vitória no Gre-Nal dos 100 anos, que marcaram o centenário do clássico entre azul e vermelho. No restante do período da década, colorados e tricolores revezavam em pequenos períodos de superioridade.

O maior período recente de invencibilidade no Gre-Nal aconteceu entre 99 e 2003. O Grêmio ficou 12 partidas sem perder para o Inter. Foram oito vitórias tricolores e quatro empates. O Inter rompeu este período em um jogo no Olímpico, sob o comando de Muricy Ramalho. Este jogo é visto como um dos pontos que "virou a chave" no Rio Grande do Sul para que o Colorado iniciasse um período de glórias.