icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
19/03/2014
10:07

Aos poucos, sem alarde, sem querer implicar em mudança no trabalho que é feito atualmente. Mas o Grêmio já vai observando as movimentações do mercado e recebeu sondagens de quatro ou cinco empresas que gostariam de fornecer material esportivo para o clube a partir da temporada de 2014. O contrato com a Topper se encerra ao final do ano.

Com o término do vínculo com a empresa, o clube gaúcho já recebe sondagens. Quatro empresas procuraram o Tricolor. O diretor-executivo Beto Carvalho não quis adiantar quais as marcas que já sondaram-no. Segundo ele, há procuras desde 2013, já que é notório que o contrato se encerrará. A prioridade para renovação é da Topper para as próximas temporadas.

- Há marcas que querem vincular seu nome ao Grêmio. Fomos procurados por quatro ou cinco empresas que gostariam de se tornar nossa fornecedora de material esportivo. Não gostaria de comentar nomes, até pela parte ética - disse Carvalho, ao ser perguntado pelo LANCE!Net se uma delas era a Adidas.

O vínculo do Grêmio na verdade é com a Filon Confecções, que produz os materiais para a Topper no Brasil. O cOntrato com a empresa vigora desde os tempos de Puma. A troca para a atual fornecedora aconteceu no início de 2011, por um pedido da empresa. Os valores, qUando renovados com a Filon, eram de cerca de R$ 8 milhões anuais. Não foram confirmados em contato pelo L!Net com Carvalho.

A Rádio Guaíba noticiou nesta terça-feira que o clube estaria próximo de um acordo com a marca americana Under Armor, que patrocina o Tottenham, da Inglaterra. No entanto, Carvalho negou veementemente a informação e afirmou que não há nenhuma negociação em andamento atualmente. O clube apenas prospecta interessados para 2014 para só depois analisar as propostas.