icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/03/2014
21:27

Os planos do Palmeiras foram por água abaixo na cidade de Vilhena, em Rondônia. Em sua estreia na Copa do Brasil, contra o modesto Vilhena, na noite desta quarta-feira, o Verdão até venceu por 1 a 0 com o gol de Leandro, mas terá de jogar a eliminatória de volta, dia 10 de abril, no Pacaembu. E a culpa foi da chuva e do gramado do estádio Portal da Amazônia. Foi quase impossível fazer a bola rolar!

Como o jogo de volta está marcado justamente entre as finais do Paulistão-2014 - competição em que o Verdão caminha bem -, a ideia de Gilson Kleina era triunfar por dois gols de diferença longe de casa e já eliminar a partida de volta, dando ainda mais tempo na preparação do grande objetivo do clube para este primeiro semestre: o título estadual. Faltou pouquinho...

O jogo

As dificuldades do Palmeiras já eram esperadas antes mesmo de a bola "rolar". Com a forte chuva que caiu sobre o estádio Portal da Amazônia durante esta quarta-feira, na cidade de Vilhena, em Rondônia, a prática do futebol seria bem difícil. E foi.

Logo que a partida começou o alviverde já sentiu o drama. A bola não rolava, a água subia e o lamaçal só servia para sujar os calções. Até o fraco Vilhena sentiu a situação do gramado. Durante toda a primeira etapa, as equipes insistiram nos cruzamentos, já que colocar a redonda no chão ficava cada vez mais complicado conforme a grama ía soltando.

As principais chances dos primeiros 45 minutos vieram com o time da casa, mas em nenhuma jogada criada. Bate-rebate após cruzamentos, chutão para frente... A superioridade técnica do Verdão ficou em segundo plano.

Já no segundo tempo as coisas melhoraram para o Palmeiras. Atacando para o lado do campo que estava "menos pior", as chances apareceram logo de cara. Bola na trave com Juninho, cabeçada para fora de Eguren e um gol incrível perdido por Vinícius. O domínio agora era dos paulistas.

Os minutos foram passando e, com o gramado pesado, os alviverdes cansaram. Quando tudo caminhava para um 0 a 0 bem melancólico, dois personagens que saíram do banco resolveram. Bruno César ganhou jogada no corpo e deu lindo passe para Leandro. Sozinho e sem marcação, o atacante bateu firme para o fundo do gol, já aos 42 da etapa final. Até dava tempo, mas o segundo não saiu...

Próximo jogo

O Verdão agora volta a campo no próximo sábado, pelo Campeonato Paulista, contra a Ponte Preta. A partida será no Pacaembu e está marcada para às 16h. Vale lembrar que o time de Gilson Kleina já está classificado para a próxima fase e só briga com o Santos pela melhor campanha no geral.

 

FICHA TÉCNICA
VILHENA 0 X 1 PALMEIRAS

Local: Portal da Amazônia,Vilhena (RO)
Data/Hora: 12 de março de 2014, às 19h30
Árbitro: Paulo Vollkopf (MS)
Assistentes: Lincoln Taques (MT) e Gislan Antonio da Silva (MT)
Público/renda: Não divulgados

GOL: Leandro (42'/2ºT)
Cartões amarelos: Valdivia (41'/ 1ºT), Alex Barcellos (46'/ 1ºT), Carlinhos (6'/2ºT), Willian (32'/2ºT), Junior (40'/2ºT), Marcelo Oliveira (40'/2ºT), Edinilsinho (47'2ºT), Marcos Cucaú (37'/2ºT)

VILHENA-RO: Dalton, Portela, Junior, Marinho, Thiaguinho, Alex, Willian (Wertinho, aos 44'/2ºT), Carlinhos, Edilsinho (Rocha, aos 48'/2ºT), Cucaú e João Leandro (Roalace, aos 26'2ºT). Técnico: Marcos Birigui

PALMEIRAS: Fernando Prass, Wendel, Lucio, Marcelo Oliveira, Juninho, Eguren (Bruno César, aos 34'/2ºT), França, Valdivia, Patrick Vieira (Leandro, aos 19'/1ºT), Vinicius (Mendieta, aos 19'/2ºT) e Alan Kardec. Técnico: Gilson Kleina