icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/07/2013
23:09

Sem dúvida nenhuma, a bola parada decidiu a partida deste sábado. Os três gols do Vasco saíram de cobranças de falta. Apesar de não ser um fato comum, para o técnico Dorival Júnior é normal.

- É natural que isso tenha acontecido. Durante a semana, trabalhamos muito isso. Tanto de um lado quanto de outro. Tivemos a felicidade definir assim. Mas além dessas jogadas, criamos outras. O jogo foi importante para a nossa situação - destacou Dorival.

Sob o comando de Dorival Júnior, o Vasco perdeu um jogo e ganhou os dois últimos. Para o treinador, a equipe já mostrou uma certa evolução, mas ainda precisa ter calma.

E MAIS
> Rafael Vaz destaca confiança de Juninho: 'Fiquei honrado'
> Com gols de bola parada, Vasco vence o Criciúma em São Januário

- Acredito que a equipe já tenha evoluido. Num todo houve uma evolução, mas ainda temos que ter calma. Em alguns momentos os resultados não chegarão e não se pode jogar tudo fora. Mas o importante é que a intensidade do trabalho tem sido muito boa - acrescentou.

O próximo jogo do Vasco é contra Goiás, na próxima quinta-feira, às 21h, no estádio Serra Dourada.

Vasco vence o Criciúma com casa cheia

Sem dúvida nenhuma, a bola parada decidiu a partida deste sábado. Os três gols do Vasco saíram de cobranças de falta. Apesar de não ser um fato comum, para o técnico Dorival Júnior é normal.

- É natural que isso tenha acontecido. Durante a semana, trabalhamos muito isso. Tanto de um lado quanto de outro. Tivemos a felicidade definir assim. Mas além dessas jogadas, criamos outras. O jogo foi importante para a nossa situação - destacou Dorival.

Sob o comando de Dorival Júnior, o Vasco perdeu um jogo e ganhou os dois últimos. Para o treinador, a equipe já mostrou uma certa evolução, mas ainda precisa ter calma.

E MAIS
> Rafael Vaz destaca confiança de Juninho: 'Fiquei honrado'
> Com gols de bola parada, Vasco vence o Criciúma em São Januário

- Acredito que a equipe já tenha evoluido. Num todo houve uma evolução, mas ainda temos que ter calma. Em alguns momentos os resultados não chegarão e não se pode jogar tudo fora. Mas o importante é que a intensidade do trabalho tem sido muito boa - acrescentou.

O próximo jogo do Vasco é contra Goiás, na próxima quinta-feira, às 21h, no estádio Serra Dourada.

Vasco vence o Criciúma com casa cheia