icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
07/12/2013
20:16

Um fato curioso chamou a atenção no duelo deste sábado entre Brasil e Argélia, válido pela primeira rodada do Mundial Feminino de Handebol: Fatma Boussora, goleira reserva das africanas, atuou durante grande parte do segundo tempo usando um véu – a vestimenta típica de pessoas muçulmanas.

De acordo com pessoas da delegação argelina, todo o elenco segue a mesma religião da goleira. Contudo, Fatma é a mais tradicionalista e decidiu atuar com a peça, mesmo sem ter nenhuma recomendação da federação ou de governantes de seu país. O restante do time optou por jogar somente com o uniforme tradicional.

Após o encontro com as brasileira, que terminou em derrota por 36 a 20, a reportagem do L!Net tentou contato com a jogadora, que preferiu não atender à imprensa e foi direto ao vestiário da Arena Hala Cair, em Nis (SER).