icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/02/2015
15:06

O Liverpool completou neste domingo uma boa sequência. Já são 10 jogos sem perder no Campeonato Inglês, e são sete vitórias neste período. Desta vez foi contra a sensação da Premier League, o Southampton. Fora de casa, os Reds contaram com um golaço de Philippe Coutinho, venceram por 2 a 0, e se colocam de vez na disputa para entrar no G4. Sterling fez o outro.

Philippe Coutinho marcou um golaço para abrir o placar (Foto: Reprodução/Twitter)

Com esta vitória, o Liverpool se coloca de vez na briga por uma vaga na Liga dos Campeões. Os Reds chegam aos 45 pontos e ficam na sexta colocação, completando a "escadinha" que vem desde o Arsenal, terceiro colocado. Os Gunners têm 48, contra 47 do Manchester United e 46 do próprio Southampton, além do Tottenham, com 44. O Liverpool tem na próxima rodada do clássico com o Manchester City em casa, enquanto os Saints pegam o West Bromwich fora.

Como já era esperado, o jogo começou em uma velocidade incrível. Ainda mais por causa da chuva no St Mary's Stadium. Antes do primeiro minuto ser completado, o time da casa já reclamava de um pênalti. Mas reclamaria ainda mais apenas dois minutos depois com o espaço dado a Philippe Coutinho. O brasileiro recebeu na intermediária e acertou um tiro de longe no ângulo, com muita curva e veneno. Um golaço do brasileiro que ditaria o ritmo da partida.

Com o gol feito e muitos jogadores técnicos e com poder de marcação no meio, o Liverpool deixou o Southampton jogar. Quando chegava na intermediária vinha a marcação pesada dos Reds. E assim, dificilmente os Saints conseguiam entrar na área do time visitante.

Com a bola nos pés, o Liverpool contava com bons passes de jogadores como Henderson, Allen e Ibe, e atacantes rápidos e habilidosos como Markovic, Sterling e Coutinho, e tentava contra-ataques, e poucos encaixavam. Desta forma, as poucas chances que surgiam do time da casa vinham de conexões longas. Como quando Elia recebeu lançamento longo e Mignolet acabou salvando.

Depois disso, o Southampton teve até boas oportunidades. Pressionou, reclamou de pênalti pelo menos duas vezes, colocou a bola na área, mas nada de conseguir empatar e terminou o primeiro tempo no auge da pressão.

O segundo tempo começou da mesma forma. Southampton tocando, tocando e tocando. E nada de conseguir empatar. O Liverpool buscando contra-ataques para matar o jogo, mas sem grande eficiência. Até que Ronald Koeman colocou Mané, e aos poucos o time entrou mais na área do rival. Brendan Rodgers respondeu com Sturridge no lugar de Lallana.

Acabou que uma falha da defesa do Southampton foi decisiva para o jogo. Sterling começou a jogada pela intermediária, abriu para Moreno, que cruzou rasteiro, a zaga afastou muito mal, e acabou sobrando para o jovem meia, que chutou e Forster aceitou.

Ex-Southampton, Lallana visitou os ex-companheiros (Foto: Glyn Kirk/AFP)

Nos últimos minutos não houve tanto o que fazer, e o Southampton não conseguiu nem sequer diminuir o placar. O Liverpool agora se enche de motivação para entrar no G4, mas na próxima partida o rival é logo o Manchester City.