icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/07/2013
18:09

De baixo de um sol forte, Goiás e Vitória fizeram uma partida movimentada, que terminou com a vitória esmeraldina por 1 a 0, neste domingo, no Serra Dourada, em confronto válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O único gol da partida, marcado por Walter, no começo do segundo tempo, tirou os goianos da incômoda zona da degola.

O Vitória perdeu a chance de liderar, mas permanece entre os três primeiros da competição, com 10 pontos. Já o Goiás, com os três pontos ganhos, chegou a oito e agora ocupa 12º lugar.

Na próxima rodada, o Goiás vai até Santa Catarina pegar o Criciúma. Já os baianos recebem o São Paulo no Barradão.

O JOGO

A alta temperatura em Goiânia não atrapalhou o andamento da partida nos primeiros minutos. Com posturas ofensivas, os times buscavam o ataque o tempo todo, sempre com jogadas de velocidade.

O primeiro a levar perigo foi o Vitória, em chute cruzado de Escudero. Pouco depois, o Goiás mostrou que também tinha suas armas. Após linda troca de passes de primeira, Walter ficou cara a cara com Wilson, mas cabeceou para fora.


Aos poucos, a correria foi sendo comprometida pelo calor. Até que o árbitro Leandro Pedro Vuaden decidiu interromper a partida, aos 25 minutos, para que os atletas se hidratassem.

Depois que a bola voltou a rolar, tiveram poucos lances de perigo, mas não faltou polêmica. Renato Cajá cobrou falta para o meio da área e Hugo marcou contra. No entanto, o bandeira marcou impedimento incorretamente. Os rubro-negros só não ficaram mais revoltados, porque Walter perdeu outro gol incrível no último lance do primeiro tempo.

TIMES VOLTAM A ATACAR

Na volta do intervalo, já com o campo praticamente todo coberto pela sombra, Vitória e Goiás voltaram impor a correria no jogo. Dessa vez, porém, não houve desperdício de chances da etapa inicial. Logo aos sete minutos, Walter recebeu cruzamento na medida, cabeceou na trave, mas conseguiu pegar o rebote e tocar para o gol vazio.

Atrás no placar, o Leão começou a pressionar, mas faltou tranquilidade aos jogadores. Em vez de tocar a bola para achar os espaços, o Vitória insistia nas jogadas aéreas, que não são o forte da equipe.

Com Maxi, Escudero e Dinei cansados, Caio Junior colocou três novos homens de frente para tentar reagir. Porém, Marquinhos, Vander e Rômulo também foram incapazes de ultrapassar a retranca do Goiás, que contava até com o centroavante Walter no campo defensivo.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 1 X 0 VITÓRIA

Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data/horário: 7/4/2013 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Auxiliares: Marcelo Bertanha Barison (RS) e José Eduardo Calza (RS)

Gols: 7'/1ºT, Walter (1-0)
Cartões amarelos: Victor Ramos (Vitória)
Cartões vermelhos: Nenhum

GOIÁS: Edson, Clayton Sales, Ernando, Rodrigo e William Matheus; Amaral, Thiago Mendes (Dudu Cearense/23' 2ºT), Renan Oliveira e Hugo (Ramon/17' 2ºT); Erik (Neto Baiano/34' 2ºT) e Walter. Técnico: Enderson Moreira.

VITÓRIA: Wilson; Nino Paraíba, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Danilo Tarracha; Michel, Cáceres (Vander/17' 2ºT), Escudero e Renato Cajá; Maxi (Marquinhos/26' 2ºT) e Dinei (Rômulo/32' 2ºT). Técnico: Caio Junior.

De baixo de um sol forte, Goiás e Vitória fizeram uma partida movimentada, que terminou com a vitória esmeraldina por 1 a 0, neste domingo, no Serra Dourada, em confronto válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O único gol da partida, marcado por Walter, no começo do segundo tempo, tirou os goianos da incômoda zona da degola.

O Vitória perdeu a chance de liderar, mas permanece entre os três primeiros da competição, com 10 pontos. Já o Goiás, com os três pontos ganhos, chegou a oito e agora ocupa 12º lugar.

Na próxima rodada, o Goiás vai até Santa Catarina pegar o Criciúma. Já os baianos recebem o São Paulo no Barradão.

O JOGO

A alta temperatura em Goiânia não atrapalhou o andamento da partida nos primeiros minutos. Com posturas ofensivas, os times buscavam o ataque o tempo todo, sempre com jogadas de velocidade.

O primeiro a levar perigo foi o Vitória, em chute cruzado de Escudero. Pouco depois, o Goiás mostrou que também tinha suas armas. Após linda troca de passes de primeira, Walter ficou cara a cara com Wilson, mas cabeceou para fora.


Aos poucos, a correria foi sendo comprometida pelo calor. Até que o árbitro Leandro Pedro Vuaden decidiu interromper a partida, aos 25 minutos, para que os atletas se hidratassem.

Depois que a bola voltou a rolar, tiveram poucos lances de perigo, mas não faltou polêmica. Renato Cajá cobrou falta para o meio da área e Hugo marcou contra. No entanto, o bandeira marcou impedimento incorretamente. Os rubro-negros só não ficaram mais revoltados, porque Walter perdeu outro gol incrível no último lance do primeiro tempo.

TIMES VOLTAM A ATACAR

Na volta do intervalo, já com o campo praticamente todo coberto pela sombra, Vitória e Goiás voltaram impor a correria no jogo. Dessa vez, porém, não houve desperdício de chances da etapa inicial. Logo aos sete minutos, Walter recebeu cruzamento na medida, cabeceou na trave, mas conseguiu pegar o rebote e tocar para o gol vazio.

Atrás no placar, o Leão começou a pressionar, mas faltou tranquilidade aos jogadores. Em vez de tocar a bola para achar os espaços, o Vitória insistia nas jogadas aéreas, que não são o forte da equipe.

Com Maxi, Escudero e Dinei cansados, Caio Junior colocou três novos homens de frente para tentar reagir. Porém, Marquinhos, Vander e Rômulo também foram incapazes de ultrapassar a retranca do Goiás, que contava até com o centroavante Walter no campo defensivo.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 1 X 0 VITÓRIA

Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data/horário: 7/4/2013 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Auxiliares: Marcelo Bertanha Barison (RS) e José Eduardo Calza (RS)

Gols: 7'/1ºT, Walter (1-0)
Cartões amarelos: Victor Ramos (Vitória)
Cartões vermelhos: Nenhum

GOIÁS: Edson, Clayton Sales, Ernando, Rodrigo e William Matheus; Amaral, Thiago Mendes (Dudu Cearense/23' 2ºT), Renan Oliveira e Hugo (Ramon/17' 2ºT); Erik (Neto Baiano/34' 2ºT) e Walter. Técnico: Enderson Moreira.

VITÓRIA: Wilson; Nino Paraíba, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Danilo Tarracha; Michel, Cáceres (Vander/17' 2ºT), Escudero e Renato Cajá; Maxi (Marquinhos/26' 2ºT) e Dinei (Rômulo/32' 2ºT). Técnico: Caio Junior.