icons.title signature.placeholder Rodrigo Vessoni
27/03/2014
18:13

O Corinthians tem uma série de situações para resolver se quiser contratar Elias até o dia 31 de março, próxima segunda-feira, quando fechará a janela de transferências do Brasil. Nesta quinta-feira, no CT Joaquim Grava, o presidente do clube, Mário Gobbi Filho, disse que a situação é difícil, mas garantiu todos os esforços para o desfecho positivo.

- O Elias é uma meta nossa, só nao sei se iremos ter êxito nisso. Posso dizer para a torcida do Corinthians que nós estamos fazendo todos os esforços para que ele volte a jogar conosco. O tempo é muito curto. A janela já fecha na semana que vem. As conversas são intesas, mas intensos também são os números. A dificuldade de se fechar é grande, vamos batalhar e fazer esforços até o último minuto. Queremos dar esse presente para a torcida do Corinthians. Não sei se vai dar, mas eu prometo muito trabalho para que isso aconteça - afirmou o mandatário alvinegro.

O Corinthians não tem recursos financeiros para pagar os 4 milhões de euros (quase R$ 13 milhões) exigidos pelo clube português, referentes a 50% dos direitos econômicos de Elias. Como o LANCE!Net mostrou, o Corinthians busca investidores com disposição e grana para ajudar – consultou até Ronaldo Fenômeno. Um empréstimo bancário também demanda tempo, e o clube ainda teria de pagar juros, o que aumentaria o valor final do negócio.

Além de todas as questões da transferência em si, o Corinthians vê outro fator que atrapalha a contratação de Elias: a má vontade do Sporting (POR) em resolver o caso. Jogador e clube nunca tiveram boa relação por uma série de questões, como sua pouca utilização na equipe, seu desejo de sair pouco tempo depois que foi contratado, além de uma dívida do clube com o jogador. O volante chegou em agosto de 2011 e foi a contratação mais cara dos portugueses, que desembolsaram cerca de 9 milhões de euros (R$ 20 milhões na época) para tirá-lo do Atletico de Madrid (ESP).

- O Elias já é um jogador maduro, 29 anos (28, na verdade), ele tem um contrato com o Sporting (POR) e tem um valor alto de mercado. O Sporting investiu no Elias e não quer ter prejuízo. Quando fala em negócio com a Europa é em Euro, três vezes mais que nossa moeda. A questão fica aí, parcelamento, valores, uma série de coisas que estamos correndo atrás - disse Gobbi.