icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/11/2014
11:05

Mais uma notícia preocupante para a torcida do São Paulo. Depois do zagueiro Lucão ser diagnosticado com uma fratura no pé esquerdo, sofrida no empate com o Internacional na última quarta-feira, foi a vez de Paulo Henrique Ganso colher as consequências do jogo pegado com os gaúchos no Morumbi. Com edema no joelho direito, o Maestro não participou do treino desta sexta-feira no CT da Barra Funda.

A lesão foi provocada por um carrinho do garoto Taiberson, já aos 40 minutos do segundo tempo. Pouco depois, o meia não suportou as dores e pediu para ser substituído por Osvaldo. Nesta sexta, o camisa 10 nem sequer realizou aquecimento com o restante do grupo, e já fez atividades de fisioterapia no Reffis para tentar se recuperar a tempo para o clássico com o Palmeiras, às 19h30 de domingo. A princípio, a lesão não preocupa o departamento médico.

Além da dúvida sobre a utilização de Ganso, Muricy Ramalho também colabora para o mistério nas escalações para o Choque-Rei. Nesta sexta, o técnico escalou duas equipes mistas para treino de dois toques no CT da Barra Funda e não deu muitas pistas sobre quem enfrentará o Verdão. O único indício foi o descanso dado a alguns jogadores que iniciaram o duelo com o Inter.

O time amarelo foi formado por Antonio Carlos, Edson Silva, Reinaldo, Denilson, Hudson, Kaká, Alexandre Pato, Ewandro e Alan Kardec. Já os vermelhos contavam com Rafael Toloi, Paulo Miranda, Luis Ricardo, Souza, Boschilia, Michel Bastos, Ademilson, Osvaldo e Luis Fabiano. O lateral-direito Auro, de colete azul, serviu como curinga.

Sem Lucão, que se juntou a Rodrigo Caio e Maicon no departamento médico, e sem saber se poderá contar com Ganso, Muricy deve armar o São Paulo para encarar o Palmeiras com Rogério Ceni; Hudson, Paulo Miranda, Edson Silva e Reinaldo (Ganso); Denilson, Souza, Michel Bastos e Kaká; Alan Kardec e Luis Fabiano.