icons.title signature.placeholder Carlos Antunes
30/11/2014
14:00

Antes de chegar ao UFC, Claudinha Gadelha era uma das principais lutadoras do Invicta e desafiante ao cinturão da categoria peso-palha da organização, quando enfrentaria Carla Esparza, até então campeã. No entanto, por problemas físicos e de saúde, esse duelo nunca saiu do papel e esse fato ocasionou uma série de provocações sobre a brasileira.

Porém, no que depender da vontade da atleta da equipe Nova União, esse confronto pode acontecer agora no UFC, já que a americana é uma das integrantes do TUF 20 e caso conquiste o programa, será a campeã. Segundo Gadelha, se vencer Joanna Jedrzejczyk, no próximo dia 13 de dezembro, em Phoenix (EUA), chegou a hora de calar Esparza.

- Tive para disputar duas vezes o cinturão do Invicta, mas quebrei o nariz uma vez e na outra fiquei doente, quando sai de maca do hotel. Eu quero muito que essa luta aconteça (contra Carla Esparza que está no TUF). Ela falou muita besteira de mim, dizendo que estava fugindo da luta com ela, Se ela ganhar o TUF, vamos ver quem está com medo de quem - afirmou a peso palha.