icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/07/2014
18:25

Pensando na evolução e na "experiência de Seleção" do atacante Gabriel, o Santos decidiu liberá-lo para a disputa de um torneio com a Seleção Brasileira sub-20 na Espanha. Assim, o camisa 7 enfrenta o Londrina, pela ida da terceira fase da Copa do Brasil, e o Internacional, domingo, pelo Brasileirão, e viaja na sequência para apresentar-se ao técnico Gallo. Com isso, desfalcará a equipe na volta contra o clube paranaense, além dos compromissos diante de Corinthians, Cruzeiro e Atlético-PR, pelo Brasileirão.

Sem Gabigol, o Santos perderá por quase todo o mês de agosto um de seus jogadores mais eficientes em 2014. Além de ser o artilheiro do Peixe na temporada, com 15 gols, ele já é o maior goleador da equipe no Brasileirão, com quatro gols marcados - um deles na vitória por 3 a 0 sobre a Chapecoense, sábado, na Vila Belmiro. Na mesma partida, o jovem de 17 anos deu assistência para o primeiro gol, de Rildo.

- Eu nunca penso que sou o principal jogador, então acho que não tem porque eu pensar em carregar esse peso, porque não é verdade. Graças a Deus as coisas têm acontecido, e tenho que agradecer a Deus e ao Oswaldo pelas oportunidades. O mérito não é do Gabriel, mas no time inteiro - disse o camisa 7, apontado como um dos possíveis nomes da renovação da Seleção Brasileira pós-desastre na Copa do Mundo de 2014.

- Eu procuro trabalhar devagar e sempre estar preparado. Tem que ser um passo de cada vez, e o Santos tem me dado muita abertura, confiança para jogar futebol. Isso (Seleção Brasileira) é consequência do que vou fazer aqui no Santos. Mas claro que é um sonho - disse.

Antes de eventuais convocações à Seleção principal, Gabriel terá sua primeira experiência na equipe sub-20. O atacante já passou por todas as categorias menores (sub-15 e sub-17) e dará sequência ao seu processo de formação na Espanha.

- Fiquei muito feliz pela convocação, principalmente por ser minha primeira vez na sub-20. Na última o Santos não me liberou. Acabei ficando e fazendo os dois gols na Copa do Brasil. Estou indo agora, e muito feliz. Fui sub-15, sub-17 e agora sub-20, praticamente uma base inteira. Me sinto muito bem lá, tem grandes jogadores e me sinto bem - declarou o atacante alvinegro.