icons.title signature.placeholder RADAR / LANCEPRESS!
04/02/2015
19:02

Depois de passar as férias no Rio de Janeiro, o zagueiro João Carlos, do Spartak Moscou, encontrou uma Rússia deibaixo de neve quando voltou ao trabalho. Em dois dias, viveu uma variação de quase 50 graus.

Durante o mês de janeiro, os termômetros da Cidade Maravilhosa passavam dos 40 graus quase que diariamente. Ao chegar em Moscou, João Carlos teve que lidar com tempestade de neve e temperaturas que chegavam a -10 graus.

- Eu nunca vou me acostumar com o frio do leste europeu. Estou há mais de dez anos por aqui e o frio intenso vai sempre incomodar. Mas dessa vez a situação foi muito curiosa. Em um dia eu estava jogando futevolei na praia sob um sol de 40 graus e, dois dias depois, cheguei na minha casa em Moscou debaixo de uma tempestade de neve e com a temperatura negativa. Uma diferença de quase 50 graus. Quem diz que consegue se adaptar a esse tipo de coisa está mentindo - brincou o atleta.

O Spartak Moscou segue com seu período de treinos antes de voltar a jogar pelo Campeonato Russo. O próximo jogo será apenas no dia 6 de março, contra o Krasnodar, em Moscou.