icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/03/2014
16:42

Grupo que foi bastante importante na eleição e reeleição de Peter Siemsen como presidente do Fluminense, a Flusócio não está nada satisteita com os rumos que a atual gestão têm tomado. Pela primeira vez, o grupo político assumiu uma postura contrária publicamente ao presidente tricolor.

Em postagem intitulada "Vada a Bordo", o maior conglomerado político do Fluminense afirma que Peter estaria fugindo das responsabilidades que assumiu ao decidir ser presidente.

- Você, presidente Peter, teve o apoio de todos. Dos movimentos que militam no clube, da torcida, dos sócios (seus eleitores). Dava pra romper com todas as práticas oligárquicas e adotar realmente uma gestão moderna, com cargos e funções, atribuições e cobranças. Optou se pelo caminho mais fácil: o do jeitinho. Uma comunicação fraca, um modelo de posicionamento medroso. Você é presidente do Fluminense Football Club, não um deputado do baixo clero que foge do pau e espera a poeira baixar - diz um trecho da publicação.

Em outro momento, a Flusócio afirma que voltaria a apoiar Peter se ele repensasse a atual conduta. Confira abaixo o texto na íntegra:

"Depois de um primeiro mandato promissor, que deu esperanças a todos de que o Fluminense estava realmente sendo pensado em curto, médio e longo prazos, a atual gestão parece ter se perdido em meio a problemas. Em vez de manter a pegada que nos trouxe a reforma de Xerém, a criação do Sócio Futebol, o bom acordo com o Maracanã e o foco no cumprimento de contratos e preocupação com as dívidas, o segundo mandato parece ter sucumbido ao um modelo frouxo, leniente, que acaba se refletindo no time e no engajamento da torcida.

Os tricolores precisam novamente sentir que o clube está no caminho certo, que tem liderança em todos os setores. A torcida do Fluminense não aceita mais gestão baseada em questões condominiais, em práticas políticas de municípios do interior de estado ou mesmo em acomodações políticas.

Você, presidente Peter, teve o apoio de todos. Dos movimentos que militam no clube, da torcida, dos sócios (seus eleitores). Dava pra romper com todas as práticas oligárquicas e adotar realmente uma gestão moderna, com cargos e funções, atribuições e cobranças. Optou se pelo caminho mais fácil: o do jeitinho. Uma comunicação fraca, um modelo de posicionamento medroso. Você é presidente do Fluminense Football Club, não um deputado do baixo clero que foge do pau e espera a poeira baixar.

Se você assumir de fato o clube, presidente Peter Siemsen, terá nosso apoio. Confiamos na sua visão estratégica, no seu modelo de pensar um clube de Futebol. Mas a prática não está a contento.

Assuma o clube, Presidente. Você foi eleito pelos tricolores. É em você que todos depositaram confiança. Seu cargo é muito sério. No fim das contas, o responsável é você, seja pela ação, pela omissão ou pela delegação."