icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/06/2014
10:10

A imprensa espanhola informa nesta terça-feira que o juiz Pablo Ruiz recebeu informações da Agência Tributária, que confirmam as infrações cometidas pelo Barcelona na contratação do atacante Neymar. Segundo o informe, o clube espanhol sonegou nove milhões de euros (R$ 27,7 milhões) em impostos.

O próximo passo do processo será declarar formalmente o Barcelona como argüido na ação, assim como o seu ex-presidente Sandro Rossell. O clube já havia pago 13,5 milhões de euros (R$ 41,5 milhões) em multas. Ainda assim, isso não é suficiente para absolver o crime de evasão de divisas.

A transferência de Neymar do Santos para o Barcelona virou polêmica após um sócio do clube espanhol questionar os valores envolvidos no negócio. O Barça anunciou que havia contratado o atacante por 57 milhões de euros (R$ 175,5 milhões), porém esse valor foi muito maior por conta de outras cláusulas. Estas não foram divulgadas por questões de "confidencialidade".

Os valores gastos pelo Barcelona poderiam chegar a um total de 86,2 milhões de euros (R$ 265,4 milhões). As denúncias levaram à renúncia do próprio ex-presidente Sandro Rosell.