icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/07/2013
12:36

Além do título inédito da Copa Libertadores, o duelo entre Atlético-MG e Olimpia, na última quarta-feira, rendeu ao Galo a maior renda de todos os tempos do futebol brasileiro. Com ingressos custando entre R$ 100 e R$ 500, os 56.557 pagantes presentes no Mineirão somaram um montante superior a R$ 14 milhões.

A quantia representa mais que o dobro da arrecadada pelo antigo recordista: o duelo entre Flamengo e Santos, no Mané Garrincha. A partida que marcou a despedida de Neymar da Vila, válida pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, registrou uma renda de R$6.948.710.

Curiosamente, o valor arrecado na bilheteria do Mineirão é superior à soma das três maiores rendas dos brasileiros em Libertadores. Em 2008, o Fluminense arrecadou R$ 3.910.044,00 na decisão da competição diante da LDU (EQU), no Maracanã. Já o São Paulo somou R$ 4.484.282,25, com a bilheteria do jogo contra o Inter, no Morumbi, pela semifinal em 2010. No Pacaembu, o Santos teve uma renda de R$ 4.266.670,00 no duelo contra o Peñarol na final de 2011.

Veja os gols do Galo campeão da Libertadores 2013

Além do título inédito da Copa Libertadores, o duelo entre Atlético-MG e Olimpia, na última quarta-feira, rendeu ao Galo a maior renda de todos os tempos do futebol brasileiro. Com ingressos custando entre R$ 100 e R$ 500, os 56.557 pagantes presentes no Mineirão somaram um montante superior a R$ 14 milhões.

A quantia representa mais que o dobro da arrecadada pelo antigo recordista: o duelo entre Flamengo e Santos, no Mané Garrincha. A partida que marcou a despedida de Neymar da Vila, válida pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, registrou uma renda de R$6.948.710.

Curiosamente, o valor arrecado na bilheteria do Mineirão é superior à soma das três maiores rendas dos brasileiros em Libertadores. Em 2008, o Fluminense arrecadou R$ 3.910.044,00 na decisão da competição diante da LDU (EQU), no Maracanã. Já o São Paulo somou R$ 4.484.282,25, com a bilheteria do jogo contra o Inter, no Morumbi, pela semifinal em 2010. No Pacaembu, o Santos teve uma renda de R$ 4.266.670,00 no duelo contra o Peñarol na final de 2011.

Veja os gols do Galo campeão da Libertadores 2013