icons.title signature.placeholder Bruno Rodrigues
icons.title signature.placeholder Bruno Rodrigues
29/07/2013
15:11

O São Paulo já tem o nome para assumir o cargo de superintendente de futebol do clube: Gustavo Vieira de Oliveira, sobrinho do ex-camisa 10 tricolor Raí e filho do ídolo corintiano Sócrates. Gustavo, inclusive, está junto da delegação que partiu rumo ao exterior para as disputas das Copas Audi, Eusébio e Suruga. 

Além da relação direta de parentesco com um gigante da história do clube, Gustavo já tem bom trânsito no Morumbi. Advogado e sócio de José Francisco Manssur, assessor do presidente Juvenal Juvêncio, é ele quem na maioria das vezes formula os contratos dos reforços são-paulinos. Há dois anos, viajou com Adalberto Baptista a Sevilla (ESP) para a contratação do atacante Luis Fabiano. Alem de Fabuloso, participou da venda de Lucas Piazon ao Chelsea (ING).

O cargo de superintendente é remunerado e o novo profissional se dedicará "24 horas por dia ao futebol do clube", conforme disse o vice-presidente João Paulo de Jesus Lopes na última sexta-feira, em entrevista no CT da Barra Funda. A vaga de diretor de futebol - este não remunerado por conta do estatuto - ainda está desocupada.


Gustavo, entre Luis Fabiano e Adalberto Baptista, é muito parecido com o tio Raí (Foto: divulgação)

Sócio do São Paulo, Gustavo Vieira é sempre visto jogando futebol na sede social do Tricolor. Dirigentes afirmam ainda que, apesar de filho do Sócrates, o coração do provável novo superintendente é são-paulino.

O São Paulo já tem o nome para assumir o cargo de superintendente de futebol do clube: Gustavo Vieira de Oliveira, sobrinho do ex-camisa 10 tricolor Raí e filho do ídolo corintiano Sócrates. Gustavo, inclusive, está junto da delegação que partiu rumo ao exterior para as disputas das Copas Audi, Eusébio e Suruga. 

Além da relação direta de parentesco com um gigante da história do clube, Gustavo já tem bom trânsito no Morumbi. Advogado e sócio de José Francisco Manssur, assessor do presidente Juvenal Juvêncio, é ele quem na maioria das vezes formula os contratos dos reforços são-paulinos. Há dois anos, viajou com Adalberto Baptista a Sevilla (ESP) para a contratação do atacante Luis Fabiano. Alem de Fabuloso, participou da venda de Lucas Piazon ao Chelsea (ING).

O cargo de superintendente é remunerado e o novo profissional se dedicará "24 horas por dia ao futebol do clube", conforme disse o vice-presidente João Paulo de Jesus Lopes na última sexta-feira, em entrevista no CT da Barra Funda. A vaga de diretor de futebol - este não remunerado por conta do estatuto - ainda está desocupada.


Gustavo, entre Luis Fabiano e Adalberto Baptista, é muito parecido com o tio Raí (Foto: divulgação)

Sócio do São Paulo, Gustavo Vieira é sempre visto jogando futebol na sede social do Tricolor. Dirigentes afirmam ainda que, apesar de filho do Sócrates, o coração do provável novo superintendente é são-paulino.