icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/06/2014
18:12

O Figueirense esclareceu, nesta quarta-feira, a polêmica na saída de Lúcio Maranhão da equipe. Em nota publicada em seu site oficial, o clube disse desconhecer a existência de uma ação jurídica movida pelo atacante, que poderia estar cobrando uma dívida de R$50 mil do Figueira, referente a direitos de imagem. De acordo com o Furacão, a rescisão do atleta foi feita de maneira amigável.

Lúcio Maranhão chegou ao Figueirense no início deste ano com status de artilheiro. Contudo, apesar de ter marcado o gol do título no Campeonato Catarinense, não deslanchou tal como era esperado. O atacante está sendo especulado no ASA de Arapiraca, seu ex-clube, no Naútico e no Avaí.

Confira, na íntegra, a nota publicada no site oficial do Figueira:

E MAIS:
> Figueirense acerta com atacante do Chacarita Juniors, da Argentina
> Lanterna, técnico do Figueira pede reforços: 'O mais rápido possível'
> Figuerense planeja três amistosos no período da Copa

"O Figueirense Futebol Clube vem através desta nota informar que causa estranheza a notícia veiculada nesta quarta-feira (4), na mídia especializada de Florianópolis, que o atleta Lúcio Maranhão teria acionado o clube na justiça. A diretoria do alvinegro informa que foi negociada de maneira amigável com o jogador e seu procurador uma rescisão favorável para ambas as partes.

O Figueirense Futebol Clube está à disposição  para possíveis esclarecimentos sobre o assunto".