icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/02/2015
09:14

Em coletiva concedida na manhã desta quarta-feira, em Doha, no Qatar, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, afirmou que os clubes europeus não receberão compensação financeira pela organização do Mundial 2022 no inverno do hemisfério norte, uma recomendação do grupo de trabalho da entidade.

- Não haverá compensação financeira, são sete anos para uma organização - afirmou Valcke em resposta às críticas de Reino Unido, França e Alemanha.

O Comitê Executivo da Fifa decidirá sobre a sugestão do grupo de trabalho da entidade em reunião que será realizada nos dias 19 e 20 de março, em Zurique. 

- Isto acontece uma vez e não fazemos nada que possa destruir o futebol - defendeu o secretário. 

Na última terça-feira, representantes das principais ligas europeias criticaram a sugestão de organizar a Copa de 2022 entre os meses de novembro e dezembro para fugir do calor do verão no Qatar. 

O alemão Karl-Heinz Rummenigge, presidente da Associação Europeia de Clubes (ECA), afirmou que os clubes deveriam receber uma compensação financeira caso a medida seja adotada.