icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
19/06/2014
13:40

A Federação Mexicana pode levar uma punição da Fifa por causa do tradicional grito de "puto" que os torcedores emitem quando os goleiros adversários estão cobrando tiro de meta.

A situação ocorreu nas duas partidas do México até aqui, contra Camarões e Brasil. Mas, segundo a porta-voz da Fifa, Delia Fischer, somente há um processo em curso, ligado ao que ocorreu na primeira partida.

Conheça o grito inusitado dos mexicanos contra os goleiros adversários

- Fifa toma uma firme posição contra discriminação. Discriminação contra cor da pele, etnia, opinião política ou qualquer outra coisa, como orientação sexual. Confirmamos que fizemos o contato e abrimos processo contra o México por comportamento impróprio dos torcedores na partida entre México e Camarões. É o único procedimento aberto - disse Delia, durante encontro com jornalistas nesta quinta-feira, no Maracanã.

O Brasil também pode se complicar, porque os torcedores brasileiros deram o troco no 0 a 0 entre as equipes, em Fortaleza, e repetiram o mesmo grito nos tiros de meta de Ochoa. No entanto, como disse a Fifa, isso ainda não gerou um procedimento oficial.

Segundo o jornal Telegraph, da Inglaterra, outras torcidas que se meteram em confusão foram as de Rússia e Croácia, com gritos neonazistas nos jogos contra Coreia do Sul e Brasil.