icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
03/07/2014
22:15

Apesar da recomendação do Ministério Público do Rio de Janeiro para que a venda de bebidas alcoólicas seja suspensa a partir desta sexta-feira nos jogos da Copa do Mundo, a Fifa não pretende mudar os planos em relação ao tema.

Em uma nota curta enviada ao LANCE!Net, o departamento de comunicação da entidade confirmou a posição, dizendo que não considera "realizar qualquer mudança em potencial na política de venda de cerveja nos estádios da Copa".

O MPRJ e a Coordenação do Grupo Nacional de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais (CNPG) enviaram um documento à Fifa e ao COL pedindo a restrição do comércio e consumo de álcool, sob a alegação de que isso acabaria com os episódios de violência entre torcedores nas arenas da Copa.

A recomendação é que a medida começasse já no jogo entre França e Alemanha, nesta sexta-feira, no Maracanã. Mas a Fifa está irredutível, até porque o Mundial é patrocinado por uma fabricante de cerveja, a Budweiser.