icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/11/2014
09:33

A Fifa, em conjunto com o sindicato internacional de jogadores FifPro, anunciou nesta segunda-feira a lista dos cinco melhores goleiros de 2014. A surpresa fica por conta de Iker Casillas, que não fez uma boa temporada pelo Real Madrid e Espanha. Completam o quinteto Manuel Neuer, do Bayern de Munique, Claudio Bravo, do Barcelona, Thibaut Courtois, do Chelsea, e Gianluigi Buffon, da Juventus.

A divulgação faz parte da lista final de 55 candidatos que será revelada no dia 1° de dezembro. A Seleção Mundial é eleita pelos jogadores, com votos de dezenas de milhares de atletas profissionais em todo o mundo. Cada um escolhe um goleiro, quatro defensores, três meias e três atacantes.

ENQUETE:
- Quem é o favorito para ganhar o prêmio de melhor goleiro do mundo em 2014?

E MAIS:
- Carlo Ancelotti deve renovar com o Real Madrid até 2017

OS INDICADOS

Manuel Neuer é apontado como o favorito para levar o prêmio. O goleiro do Bayern foi o melhor da Copa e ajudou a Alemanha a levar o troféu no Mundial do Brasil, além de títulos com a equipe bávara. Em 2013, o arqueiro faturou o troféu e concorre ao bi.


Neuer foi o melhor goleiro da Copa do Mundo no Brasil (Foto: Paulo Sérgio/ LANCE!Press)

Goleiro do Chile na Copa do Mundo, Claudio Bravo recebe sua primeira indicação ao prêmio. Após boa campanha com a seleção sul-americana na Copa do Mundo, parando apenas no Brasil nas oitavas, o chileno foi comprado pelo Barcelona junto à Real Sociedad.


Bravo ajudou o Chile a eliminar a favorita Espanha na Copa (Foto: Luis Acosta/ AFP)

Thibaut Courtois é uma das grandes promessas da Bélgica para os próximos anos. Foi titular da seleção europeia na Copa, parando apenas na Argentina, de Messi, Di María e cia. No entanto, foi pelo Atlético de Madrid que se destacou mais, fechando o gol da equipe da capital espanhola. O goleiro ajudou os colchoneros a levantar o caneco do campeonato local, superando os tradicionais Real e Barcelona, além de ser finalista da Liga dos Campeões, perdendo justamente para seu maior rival, os merengues. Atualmente, Courtois defende o Chelsea, da Inglaterra.


Courtois é destaque da nova geração da Bélgica (Foto: Divulgação)

Gianluigi Buffon é uma lenda embaixo das traves. Mais uma vez titular da seleção italiana, o experiente goleiro é o único de sua posição a ser indicado para a equipe do ano em todas as dez edições do prêmio - já foi vencedor em 2006 e 2007. Pela Juventus, foi novamente campeão do Italiano, sem dar chances para os rivais.


Buffon é o recordista de indicações ao prêmio (Foto: Javier Soriano/ AFP)

Um dos mais experientes da lista, seria difícil apontar Casillas como uma das surpresas. Porém, de fato, ele o é. Não foi titular absoluto do Real Madrid no primeiro semestre, falhando até no gol do rival Atlético na final da Liga dos Campeões, e foi considerado um dos vilões da pífia campanha espanhola na Copa do Mundo. O espanhol é o maior vencedor do prêmio, com cinco conquistas - todas consecutivas - entre 2008 e 2012.


Semblante de Casillas foi o reflexo da Espanha na Copa (Foto: Christophe Simon/AFP)