icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/11/2014
18:52

A Fifa divulgou nesta quarta-feira a lista dos candidatos ao prêmio Puskas, que indica o gol mais bonito do ano. E como não poderia deixar de ser, há vários que ficaram de fora. Veja abaixo alguns do que poderiam ser incluídos, mas foram "esquecidos".

Contra o Norwich, o Arsenal marcou um golaço após uma incrível, envolvente e rápida troca de passes. O meia Wilshere acabou colocando para dentro.



Balotelli pode viver má fase no Liverpool, e também não deixou muitas saudades no Milan. Porém este gol contra o Bologna será inesquecível para o atacante.



Diego ficou por apenas meia temporada no Atlético de Madrid, mas foi o suficiente para marcar um golaço histórico em cima do Barcelona. Esse chute acabou classificando o Colchonero para a semifinal da Liga dos Campeões.



O caçula do Campeonato Alemão começou o torneio como sensação, ganhando jogos e ficando no topo da tabela. E em cima do Hamburgo fez um gol no mínimo inusitado. O time vencia por 1 a 0, e o goleiro adversário foi tentar cabeçada em cobrança de escanteio. A defesa afastou, e Stoppelkamp marcou de sua propria meia-lua. Um chute de 82 metros.



O clássico peixinho de Van Persie em cima da Espanha, na Copa do Mundo, foi lembrado. Mas o golaço de Robben também poderia estar na lista. Deu uma arrancada incrível, deixou Sergio Ramos na saudade, driblou Casillas e brincou na área e marcou.



Lewandowski acabou de chegar ao Bayern de Munique, mas já marcou um golaço daqueles. Contra o Borussia, não o Dortmund, seu ex-time, mas o Mönchengladbach, humilhou pela Telekom Cup, torneio de pré-temporada. Acertou uma cobertura, que só vendo para entender.


O Milan não está muito bem das pernas, mas Menez já "chegou chegando" depois de sair do Paris Saint-Germain. Na incrível vitória por 5 a 4 sobre o Parma, fez essa pintura. Na linha de fundo, deu um drible da vaca no goleiro, levando para a direção do gol, e acertou de calcanhar.

O Parma gostou de levar golaços nesta temporada. Um bem mais recente é o de Tevez, que tem tudo para entrar na lista do ano que vem, já que a Fifa coloca alguns gols nesta época do ano apenas para a outra disputa. De qualquer forma, vale ser lembrado. Linda arrancada, drible desconcertante na entrada da área, e gol do argentino.

A Síria não é dos países mais tradicionais no futebol, mas um jogador de lá, que atuava no Al-Wehdat, da Jordânia, fez um gol da rara habilidade em cima do Al Ramtha, também de lá. Recebeu pelo alto, acertou de calcanhar uma finalização de muito longe. Sorte? Talvez. Mas nem por isso deixa de ser golaço.

Melhor que fazer um gol, é fazer um golaço. Ainda melhor, em cima do maior rival. E para melhorar, que evite a derrota do seu time. Para ficar perfeito, só mesmo se garantisse a vitória, mas não foi tanto. E foi isso que o zagueiro Jagielka, do Everton, fez contra o Liverpool. E com muito estilo. Aos 46 do segundo tempo, um tiro de fora da área.

Três gols de Copa do Mundo estiveram na lista da Fifa, mas este de Gervinho, também merecia. Em Brasília, o marfinense deixou três colombianos para trás, sendo um deles no chão, e marcou.

Na semana passada, mais um que pode entrar na lista do ano que vem. Vasyl Kobin, do Metalist, recebeu um passe de calcanhar e acertou uma linda bicicleta contra o Legia Varsóvia.

Para finalizar, um que está ao lado dos gols de Tevez e Kobin, que deve entrar no ano que vem. Lamela, do Tottenham, acertou uma finalização incrível de letra, de fora da área, contra o Asteras Tripolis.

E MAIS:
> Veja outras notícias de futebol internacional
> Fifa anuncia postulantes ao troféu de gol mais bonito da temporada
> Fifa já premiou Neymar e CR7 com o Puskas. Veja todos os vencedores